Clicky

Projetos de realidade aumentada repensam espaços públicos e arte de rua

Projetos de realidade aumentada repensam espaços públicos e arte de rua

por Samanta Fluture

B.C. “Heavy” Biermann, artista especialista em realidade aumentada e transmídia, tem feito esforços para reimaginar o espaço público através da tecnologia. Unindo-se ao Ean Mering, expert em mídia digital, e ao publicitário Jordan Seiler, pela Re+Public, Biermann desenvolveu uma série de aplicativos móveis que produzem um caleidoscópio de cores e animações interativas.

A ideia do artista é chamar à atenção para a invasão comercial no espaço público, e permitir uma participacão mais democrática no sistema de mensagens urbanas.

Desde 2011, a Re+Public tem produzido aplicativos em beta para que usuários interajam com outdoors na Times Square e outros prédios em Nova YorkLos AngelesMiami e Noruega, como se o usuário estivesse andando pelo design em tempo real.

Abaixo, a última produção, na Art Basel, em Miami:

Com a tecnologia de realidade aumentada, é possível inserir instalações digitais e imersivas em lugares que estão fora dos limites tradicionais, criando uma nova forma de arte interativa que borra barreiras entre público e privado, e promove uma sobreposição de mundos físico e virtual.

re+public5 cópia

Aiko, Art Basel

re+public2

Kenny Scharf, NY

re+public3

MOMO, Prédio Williamsburg Art & Design em NY

re+public4

MOMO, Prédio Bradbury em Los Angeles

Muitos ainda só viram estes projetos online. Mas versões dos aplicativos serão lançados para Android e iOS no meio do ano. Por enquanto, estão em private beta aqui.

Compartilhe: