Clicky

urna-twitter

Eleições já causam bate-boca nas redes sociais

Paródia Dilma Bolada e suposto perfil oficial de Aécio Neves discutem no Twitter

13.maio.2014

Pode considerar aberta a temporada de discussões políticas com personalidades tuiteiras. Nesta segunda-feira, o Twitter foi palco de um bate-boca entre o perfil da Dilma Bolada, uma paródia da presidente do país, e um autoproclamado perfil oficial de Aécio Neves, candidato à presidência nas próximas eleições.

A discussão começou com uma interação proposta por uma seguidora da @dilmabr (a paródia), que provocava @aeciodigital e @eduardocampos40 sobre a quantidade de engajamento alcançado pelo perfil gerenciado por Jeferson Monteiro e as contas mais ‘automatizadas’ dos outros candidatos.

dilmabolada_aecio_briga_1 dilmabolada_aecio_briga_2

Entre um reply e outro, as contas trocaram farpas e provocações acerca da política de cada partido. Em análise no youPIX, Bia Granja destaca que essa discussão pode ser apenas a ponta do iceberg das eleições desse ano. “Estejam preparados para todo tipo de informação e desinformação nas redes sociais durante as eleições de 2014! Nada quer dizer nada, ninguém é de ninguém e perfis de campanha de candidatos à presidência não pensarão duas vezes antes de se meter em brigas com paródias de inimigos e seus fãs/seguidores nas redes sociais”, alertou.

Depois do embate, Aécio Neves declarou ao Diário do Poder que quer retirar o perfil @aeciodigital do ar, por ter postado um comentário agressivo contra a presidente da República. “Não é esse o debate que eu quero fazer”, teria dito o candidato.

É importante destacar que Jeferson Monteiro, responsável pelo perfil da Dilma Bolada, não está envolvido em nenhuma campanha política. “Chegaram a aparecer alguns convites, mas as conversas não prosseguiram”, explicou ele em entrevista ao Brainstorm#9.

Em outra ocasião, o Diário do Poder chegou a questionar o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a paródia da presidente. O órgão esclareceu que “mesmo enaltecendo ações da presidente Dilma Rousseff, a página não configura propaganda antecipada porque não reúne as pessoas que querem Dilma concorrendo a presidente do Brasil em 2014”.

Comente