Budweiser usa um simpático cãozinho para falar sobre a combinação de álcool e direção

Friends Are Waiting nos lembra que, quando saímos para beber, há sempre alguém que espera por nossa volta

22.set.2014

Como não amar os labradores, esses cãezinhos tão fofos e simpáticos que mesmo depois de adultos, ainda continuam com aquela carinha de filhote? A Budweiser percebeu isso e, para o intervalo do Super Bowl deste ano, usou a receita tradicional de seus cavalos Clydesdale combinada a um sapeca labrador. Pronto: foi escolhido o comercial favorito dos norte-americanos exibido durante a final do campeonato da NFL. Só que não parou por aí.

Na sexta-feira, a Bud divulgou no YouTube Friends Are Waiting, um filme direcionado a conscientizar as pessoas sobre o consumo consciente de bebidas alcóolicas, lembrando que sua combinação com direção pode ser fatal.

Aqui, vemos um cara e seu cãozinho, que fazem tudo juntos – aquela história de amizade linda que aparece com frequência nos comerciais da marca de cervejas. Um dia, entretanto, ele deixa o amigo de quatro patas em casa para sair com sua galera, e promete voltar logo. O problema é que o tempo vai passando e nada…

A primeira coisa que vem à nossa mente é quantas vezes alguém se despediu dos pais, filhos e amigos, dizendo que voltava logo, mas nunca retornou por conta de um motorista alcoolizado.

Apesar de diversos veículos apontarem a criação como sendo da Anomaly, responsável por Puppy Love, a AdAge aponta que desta vez os responsáveis são os criativos da Momentum Worldwide. E só para constar, já foram mais de 6 milhões de views desde sexta-feira.

bud

Comente

  • gugacorrea

    Demais! :)

  • Segura pra não chorar….

  • Esley Henrique

    Tem uma parte que o cachorro lambe uma colher… Por um momento achei que ele estava dando cerveja… A PETA ia cair matando hahaha… Mas tem um outro bote também…

  • GEORGE MACHADO

    :'( certinho….. Putz,,,,pensar melhor nisto ai!!!!!

  • Muito bom o comercial. Muito lindo!

  • Corporação NaReta
  • Renato Sousa

    Cachorros e a famosa arte de te deixarem tristes para caramba.