cartas-distribuir

Nada de listas de email ou flyers: essa startup inovou usando cartas

Mais informação e menos spam, por favor

26.set.2014

Nem sempre a ideia mais suntuosa é a mais eficiente, e nem sempre simplicidade significa menos resultado. Ou, pelo menos, parece ter sido o que essa startup descobriu.

Entre as estratégias para divulgar o aplicativo Dojo, que ajuda a encontrar restaurantes e eventos na região de Londres, estava a ideia de imprimir 1500 flyers, que seriam distribuídos nas ruas.

No entanto, os fundadores da startup lembraram que as pessoas odeiam esse tipo de folhetos, e que o destino deles provavelmente seria a lixeira mais próxima. Ao invés disso, eles decidiram inovar usando cartas. Isso mesmo, cartas. Cada um deles escreveu um texto bem pessoal, contando qual emprego tinha deixado, falando sobre a iniciativa e convidando as pessoas a baixarem o app na App Store. Com a mesma verba dos flyers, eles conseguiram imprimir 19 mil dessas cartas, e eles mesmos as distribuíram, logo pela manhã, em locais de alta circulação de pessoas.

dojo-dev dojo-nick robin-dojo

O resultado? Eles conquistaram milhares de downloads e até mesmo um potencial investidor, tudo isso usando um editor de texto, uma impressora e um tantinho de sinceridade.

respostas-dojo

 

Quem dera metade dos releases que eu recebo tivessem o mesmo cuidado. Tomara que nos próximos anos as pessoas se preocupem mais em informar do que em spamear.

Comente

  • As vezes, a inovação está na nossa cara! Que demais!

  • Carol

    Tem político fazendo isso aí hein?!

  • Gabi Mateus

    Sempre falo sobre isso nas minhas rodas: o offline virou amor e cuidado, e ganhou muita relavância num mundo tão online.

    <3

    • Diego

      Falou tudo!

  • Luis Henrique Bei

    NOOOOSSSSA é muita inovação pra uma ação só!! …..
    Hoje recebi uma carta do Aécio em casa, falando da sua trajetória e tudo mais! baita case tb, sqn

  • O Greenpeace agradece!!! rsrsrs

    • Vilela

      hahahhahahahahha!!