death-of-con-11__880

Fotógrafo registra “a morte da conversa”

Babycakes Romero mostra como as pessoas estão cada vez mais absorvidas por seus smartphones

23.out.2014

Babycakes Romero é um fotógrafo de rua que dedica-se a registrar tudo o que chama sua atenção no mundo ao seu redor. E, nos últimos tempos, o que tem chamado sua atenção é a forma como as pessoas estão cada vez mais distraídas por seus gadgets e não prestam atenção em quem está ao seu lado. Essa percepção é o ponto de partida da série fotográfica The Death Of Conversation, que ele publicou recentemente no Bored Panda.

No texto que acompanha as imagens, Romero explica que não é contra a tecnologia mobile, especialmente por conta das facilidades que ela proporciona. Por outro lado, ele acredita que o uso excessivo dos aparelhos têm tornado as pessoas seriamente entediadas – basta notar as expressões das pessoas que ele fotografou.

É fato que, com um smartphone na mão, a gente fica com as cabeças abaixadas muito mais tempo do que deveríamos – Gary Turk já havia mostrado isso em Look Up. Por outro lado, talvez seja exagero dizer que esta é a morte da conversa, já que as pessoas continuam se comunicando, só que usando outros meios.

No final, é sempre a mesma história: o problema não é a tecnologia, mas como as pessoas as usam. Bater um papo com quem está ao seu lado pode ser ótimo – ou não. Cabe a cada um descobrir o que funciona melhor para si mesmo.

death-of-con-6__880 death-of-con-7__880 death-of-con-5__880 death-of-con-9__880 death-of-con-8__880 death-of-con-4__880 death-of-con-2__880 death-of-con-1__880 death-of-con-3__880 death-of-con-12__880 death-of-con-10__880

Comente

  • Roniel Bora Delli Colli

    Acredito que estamos chegando num ponto onde não devemos tentar nos desfazer de tecnologias para voltarmos a nossa essência, mas humanizá-las, ou seja, entender qual o real investimento emocional que estas pessoas entregam ao mundo digital.

    • Mas, Roniel, Qual a dificuldade de almoçar por 1 hora sem ter que ignorar seus amigos na mesa por 20 minutos de consultas ao celular? Eu vejo tudo isso como uma soma de desrespeito. Da sim pra ficar 1 hora, dirigir, ver um filme no cinema sem ser filho da puta com seu amigo que te acompanha. Vc nunca esta sozinho com um amigo, vc não mais é a unica companhia de um alguem solitario. Pode ser fisicamente, mas ali na telinha, tem bem uns 10 que faz com que vc tenha que repetir a historia no minimo 2 vezes pq a pessoa se ‘destraiu’ dando atençao ao celular. Desfazer da tecnologia não, mas ter educação e nao ser escravo.

      • Remildo (will)

        Concordo conio, essa é uma soma de desrespeito

      • Roniel Bora Delli Colli

        Booooola, você somente confirmou o que falei. A minha fala foi justamente no sentido de educar os usuários, ou seja, humanizar o uso da tecnologia, não falei nada com relação a colocá-la em um pedestal. Agora, COMO fazer isso, são outros 500, penso que é preciso traçar um perfil geral dessas pessoas que não desgrudam das telas. É isso, que bom que concordamos. Abraço

  • Marcus Vinicius Lima Martins

    Presente assustador.

  • Remildo (will)

    A tecnologia não tem culpa. O culpado são as pessoas que não sabem colocar limites ao utilizá-la.
    Pessoas saem juntas, se reúnem em uma mesa e ficam cada uma em seus celulares. Que ambiente social é esse?

    Lembro de uma frase que ouvi há pouco mais de um ano: “Quanto mais inteligente o homem fica, mas burra são suas atitudes.”

  • Quando é um restaurante até acho bom. Enquanto eles estão no telefone, eu estou comendo minha comida quentinha e no silêncio!

  • drica

    Estou perdendo minha melhor amiga para um celular, enquanto estou ao seu lado tentando conversar sobre algo, ela está batendo teclinhas, e rolando perfis de facebooks por horas e horas. Não consigo entender como tantas pessoas conseguem manter essa rotina sem perceber o que está acontecendo ao redor delas. È incrível como uma coisinha dessas tem tanto poder de controle. Você combina algo pra reunir os amigos no final de semana, e lá está você, sentada se sentindo extremamente desconfortável enquanto TODOS na mesa estão conversando com outras pessoas no celular e tirando foto de chopp pra postar pro facebook o quão estão se divertindo no sábado á noite. Infelizmente é que quem realmente deveria estar lendo essa matéria nunca vai sequer saber da existência dela.

    • Matheus Mauro

      É definitivamente a pior das situações.

      Quando vou a um barzinho ou num churrasco, a primeira coisa que faço é colocar o celular em cima da mesa e desligado.

      Se foder com essa palhaçada haha

  • Bruno Alves Siqueira

    A morte ou a evolução! Não curto muito ficar conversando pelo celular por meio de mensagens instantâneas, mas será que esse processo não seja a evolução da conversa?

  • Fernando Fernandes

    Talvez você (ou seu assunto) não seja assim TÃO interessante quanto você pensa.

  • Rodrigo Moraes Miron

    Estamos cada vez menos “smart”, os aparelhos estão sendo por nós :/