Clicky

Garota Desdobrável conta seus “Sonhos e Loucuras de Natal”

Bianca Mól combina suas paixões por desenhos, escrita e cinema em canal de videocontos

15.dez.2014

Como quase todo mundo – pelo menos aqueles que eu conheço – Bianca Mól um dia precisou pesar as coisas que mais gostava de fazer na hora de escolher uma profissão. Desde criança, as paixões pelo desenho e pela escrita sempre estiveram presentes em sua vida, o que a levou ao curso de Audiovisual na UFRJ. Como quase todo mundo – pelo menos aqueles que eu conheço – ela acabou descobrindo que seria impossível dar conta de tudo, e que em algum momento ela teria de abrir mão de algo. Se deu mal o desenho, que perdeu para as aulas e o estágio.

Como quase todo mundo – pelo menos aqueles que eu conheço – Bianca começou a sentir falta daquela paixão antiga, que um dia abriu mão. No começo deste ano, ela resolveu ceder a uma “vontade gigante de rabiscar alguma coisa, no meio de uma madrugada bem aleatória”. O passo seguinte foi gravar o processo e postar em seu canal no Youtube, assinando como Garota Desdobrável.

Não demorou muito para a “diretora de filha” Mirian Lopes sugerir que a Garota Desdobrável narrasse algumas das histórias que ela mesma escreveu. Era o que faltava para que Bianca – que eu não conheço – conseguir unir suas paixões pela escrita, desenho e cinema. Tudo finalmente passou a fazer sentido.

bianca

Depois de 10 meses postando seus vídeos, Bianca Mól resolveu mandar o mais recente deles, Sonhos e Loucuras de Natal, como uma dica para o Brainstorm9. Imagino que ela mesma tenha encarado isso como uma loucura natalina. Fato é que deu certo e chamou a nossa atenção.

“A ideia, desde o começo, era contar histórias coloridas. Não só visualmente, mas que fizessem o espectador se sentir mais colorido depois. Procuro sempre dar um toquezinho de mágica aos videocontos, afinal, sou apaixonada por realismo fantástico e gosto das aberturas que ele possibilita tanto no roteiro, quanto na arte”, conta.

Bianca costuma usar tudo o que tiver pela frente: lápis de cor, aquarela, canetinha, esmalte. Tudo o que vemos em seus videocontos é feito à mão. “Com o tempo, descobri que crianças e adultos poderiam assistir e ter interpretações pra lá de diferentes nos mesmos vídeos, fosse uma menininha de sete anos, fosse um senhor de setenta. É incrível!”

bianca1

Atualmente, Bianca concilia o trabalho com o Garota Desdobrável – projeto que escreve, ilustra, narra e edita em todos os momentos livres. O sonho é transformá-lo, um dia, em uma longa-metragem, quem sabe até uma série de livros. E pelo menos até aqui, acredito que muitas pessoas – pelo menos aquelas que eu disse que conhecia – conseguem se identificar com a Bianca.

“Mesmo que seja bastante trabalhoso, encontrei nesse projeto, da Garota Desdobrável, a minha maior paixão. Não há nada tão bom quanto saber que, depois de investir todo o meu tempo livre e meu zelo em uma história, ela fez alguém sorrir no final”.

E você conseguiu, Bianca.

bianca2

Também no B9

Comente