Clicky

Consentimento é tão simples como chá - só dê uma xícara a quem quer

Consentimento é tão simples como chá – só dê uma xícara a quem quer

Uma forma brilhantemente didática de falar sobre a importância do consentimento na hora do sexo

por Jacqueline Lafloufa

Um sensacional texto sobre quando e em que situações oferecer chá a alguém circula na web já há algum tempo, funcionando como uma analogia bastante didática sobre a importância do consentimento na hora do sexo.

A ideia é lembrar que qualquer sexo não consensual – o que inclui quando a pessoa está inconsciente, ou quando ela consentiu anteriormente, mas mudou de ideia – é considerado estupro.

Para evitar qualquer ambiguidade, basta comparar sexo com uma xícara de chá. Você daria chá a alguém inconsciente? Daria chá a alguém que disse que não quer chá? Insistiria em dar chá para alguém que disse, na semana passada, que toparia tomar um chá, mas que hoje mudou de ideia?

Simples e perfeito. Alguém traduza o quanto antes essa narração, para a gente poder encaminhar para quem ainda precisa entender quando se pode ou não se pode dar chá a alguém.

1 6 5

A produção do vídeo é da BlueSeat Studios, com animação de Rachel Brian e arração de Graham Wheeler.

Compartilhe: