Netflix abre as portas para o mundo e fica disponível em quase todos os países

Conteúdo do serviço está disponível em mais de 190 territórios

6.jan.2016

Além de liberar alguns trailers das suas próximas séries hoje, a Netflix também fez um anúncio bastante inesperado durante sua coletiva na CES 2016: a partir de hoje o serviço estará disponível em quase todo o mundo. Para comemorar a abertura das porteiras, a empresa publicou o vídeo acima, com vários dos seus conteúdos originais.

Reed Hastings
, CEO da empresa, disse na coletiva que “vocês estão testemunhando o nascimento de uma nova rede global de TV pela internet”. Hastings citou, no entanto, que esse “global” tem uma notória ausência: a China. E isso não é uma surpresa lá muito grande já que se trata de um país historicamente difícil de lidar quando falamos de direitos autorais. Também não estão na lista a região da Crimea, a Coréia do Norte e a Síria, por restrições impostas pelo governo americano nesses países.

netflix-everywhere

Com o anúncio de hoje, uma das grandes reclamações de assinantes viajantes do serviço será resolvida: a indisponibilidade do Netflix em certos países. O problema agora passa a ser a disponibilidade do conteúdo, já que não é em todos os países que a Netflix tem os direitos de distribuir algumas das suas séries originais – sim, é estranho, mas envolve o curioso mundo dos direitos autorais. E esse monstro a Netflix vai demorar um pouco para domar.

Comente

  • Pstale

    Tomar no cu de copyright.

  • Marcus Vinicius Lima Martins

    Agora precisam melhorar o serviço, expandir o catálogo e colocar obras nacionais para me fazer assinar.