twitter-facebook-timeline

Twitter começa a exibir timeline fora de ordem aos usuários – mas só para quem quiser

Opção de timeline fora de ordem precisa ser ativada

10.fev.2016

Na semana passada o Twitter quase quebrou a internet ao deixar escapar que começaria a ativar a timeline fora de ordem. Essa nova exibição da linha do tempo, que já estava em testes desde o ano passado, passaria a mostrar tweets de forma similar o que o Facebook já faz, baseado nos gostos e preferências dos usuários. Hoje o Twitter anunciou que essa opção começou a ser ativada para todos – felizmente é apenas opt-in.

Isso quer dizer que apenas os usuários que escolherem ativar a função verão essa timeline diferente. Todos os demais continuam com a linha do tempo em ordem cronológica, algo que o CEO do Twitter, Jack Dorsey, garantiu que sempre será a alma do site.

Para ativar a nova timeline, é preciso ir nas configurações da conta, no campo “Conteúdo” e escolher a nova opção “Mostrar os melhores Tweets primeiro” – essa alteração também afeta os aplicativos oficiais do Android e iOS, mas nenhum aplicativo de terceiro. Como ela está sendo ativada de forma gradual para todas as contas do Twitter, nem todo mundo verá essa opção por enquanto. Aos que decidirem testar, o Twitter pede o feedback em um simpático e simples formulário de contato.

Se a mudança foi provocada pela vertiginosa queda das ações do Twitter ou se esses eram os planos da empresa desde o início, talvez nunca saberemos. O que importa é que o Twitter não está arruinando o Twitter. Pelo menos por enquanto.

Comente

  • O que importa é que o Twitter não está arruinando o Twitter. Pelo menos por enquanto. Melhor parte do texto rs

  • Thiérri Parmigiani

    O Facebook também começou com essa função de forma opcional.
    O próximo é o Instagram

  • Exumador e seus Paquitos

    Facebook influenciando, no pior sentido, as redes sociais… Timeline fora de ordem deixa de ser timeline… É qualquer coisa, menos isso…

  • No Facebook beira ao ridículo, porque ao meu entender ela não
    tão opcional assim, mesmo quando coloco para aparecer na ordem normal,
    ele coloca misturado com postagens antigas que ele acha que “vou
    adorar”. Desisto do Facebook.

    Adoro o Twitter justamente por ele ser como é. Leve, simples e direto. Eu o uso mais como agregador de notícias e interesses profissionais e pessoais, e tudo acontece muito rápido nele, é uma grande central onde todos colaboram, as vezes jogando uma pesquisas como metrô, greve, etc. tenho mais retornos das pessoas dizendo o que está acontecendo naquele instante do que se procurar no Google ou sites de notícias. O Twitter pode melhorar, claro, mas não para virar um novo Facebook. Se começarem a mexer demais por apenas por esse tipo de interesse em “alcançar o Facebook”, vai estragar tudo, ainda bem que será opcional.

  • Tiago Celestino

    Complicado é o pessoal que teve a ideia e ver que não vai ser usado por muita gente, já que não tem sentido usar o Twitter com uma timeline fora de ordem.

  • Niten Dōraku

    FB fez a mesma coisa, porém assumiu os riscos da mudança e, como todos sabem, hoje é a maior rede social.

    Entretanto, o pessoal “especializado” que investe em propaganda precisa de métrica para medir a validade, o alcance que a ação teve na rede social. O serviço precisa de dinheiro e ele precisa se adequar ao que o mercado quer, o Twitter precisa pagar as contas e os seus acionistas, como todo mundo, pressionam e querem resultados positivos.

    Atentem para isso, pois a mudança ocorrerá com ou sem protestos dos usuários. O serviço esta na internet para fazer dinheiro e as mudanças caminharão nesse sentido.

    • Gabriel Maciel Campanini

      E que dinheiro ele vai fazer se os usuários largarem a rede social quando isso for mudado?

      • Niten Dōraku

        Só largarão se houver uma rede social similar, que faça o usuário migrar do twitter para ela. Cabe ressaltar que FB e Twitter são redes sociais diferentes e é importante perceber que existem, no mínimo, quatro grupos de pessoas que são o alvo desse tipo de serviço que estamos discutindo aqui, são elas:

        i) pessoas que só usam twitter;
        ii) pessoas que só usam fb;
        iii) pessoas que não usam nenhuma das duas;
        iv) pessoas que usam as duas.

        Então, se o twitter mudar, ela poderá migrar, definitivamente pro fb ou não utilizar nenhuma rede social, o que seria difícil, uma vez que as pessoas, infelizmente, migraram a integração social, em sua grande parte, para o mundo virtual.

        Como você pode ver, não há muito pra onde correr. Existem outras redes sociais, por exemplo, algumas que não lembro o nome que, praticamente, dominam uma grande parte do mundo oriental, mas ainda elas não são uma realidade, ou uma saída, no mundo ocidental que vivemos.