Google cria piano de uma nota só em comercial para Android

Campanha 'Be Together. Not The Same' faz graça da uniformidade da Apple

16.fev.2016

O Google publicou hoje uma nova propaganda que dá continuidade à sua campanha “Be Together. Not The Same” para o Android, que tem como objetivo mostrar que nem todos os aparelhos com o sistema são iguais. No comercial, que você pode ver acima e intitulado “Monotune”, a empresa demonstra como a mesma melodia seria tocada em um piano comum e num piano que foi especialmente afinado para tocar apenas uma nota.

Quem foi incumbido de realizar esse feito foi o pianista chinês Ji, que mesmo com 15 anos de carreira tocando piano, se viu um pouco confuso no começo com o conceito de um instrumento de uma nota só. Dito isso, ele conseguiu executar a melodia de forma incrível.

Assista abaixo ao vídeo mostrando como o comercial foi concebido e montado. O desmanche do piano pode ser especialmente dolorosa para alguns músicos.

A criação é da Droga5.

Comente

  • Goodtimes

    Qual o nome da composição? Sou meio leigo em música erudita…

    • mafhper

      Moonlight Sonata 3rd Movement Op.27 – Ludwig Van Beethoven

  • Thiago Ogoshi

    Se o conceito precisou ser explicado… já falhou acho.

    • mafhper

      Making of.

    • Guilherme Giordano

      concordo.

  • Bruno B. A.
  • Esse sempre foi meu argumento pra defender Android e Windows. É muito fácil ter um software 100% estável e 100% seguro quando ele é construído milimetricamente pensado para um hardware, que por sua vez é milimetricamente pensado para aquele software. O Windows e o Android são sistemas infinitamente melhores se pensarmos por esse ponto de vista. Eles tem de se adaptar a hardwares distintos e diversos. Um bug aqui e um erro alí acaba sendo inevitável. Coisas que não admito que aconteça num IOS, justamente pelo fato que citei no início. E no final, nós acabamos usando o que gostamos mais.

  • oporcaria .

    O que os usuários de Android não têm é a experiência Apple. Experimentar um produto Apple muda todo o sentido de se utilizar um bem. O que me fascina no produto Apple não é ser diferente ou igual, pior ou melhor, é ser uma experiência de interação prazerosa, esteticamente linda e, principalmente, estável e segura.