Netflix coloca Guilherme Fontes na zuera e mostra bastidores de “Chatô, O Rei do Brasil”

Falso making of faz piada com o conturbado processo de produção do filme

20.fev.2016

“Chatô – O Rei do Brasil” levou 20 anos para ficar pronto, porém, apenas três meses para chegar na Netflix depois da estreia nos cinemas.

Para promover o lançamento no serviço de streaming, que aconteceu hoje, 20 de fevereiro, o próprio Guilherme Fontes entra na brincadeira e faz piada com a conturbada produção do seu filme.

O vídeo acima traz cenas que simulam a reunião de pré-produção em 1995, com Fontes dizendo que tudo fazia parte de um plano. Acusado de mau uso de verbas governamentais – processo ao qual recorreu e depois foi arquivado – o diretor entra também na polêmica do dinheiro, mostrando como resolveu tudo com criatividade.

Depois de tanta pressão e críticas, era de se imaginar que Guilherme Fontes poderia se tornar amargo ao tratar do assunto. Legal ver que sabe rir de si mesmo.

Comente

  • gabriel henrique

    “mas já??”

  • capixaba

    Vendeu o direito pra NETFLIX pra não ter que vender o apartamento de milhões que comprou com o financiamento público do projeto…Isso é Brasil…Bom pra ele a Lava-jato tá aí mesmo pra pegar de volta o dindin da PETROBRAS.

  • José Rafael Braga

    Quem diria!!! hahaha

  • felipelsp

    Mas o filme e bom!?

  • Mariana Neri

    Deu vontade de assistir só por causa desse making of da zueira!!

  • É, só fazendo piada mesmo…