capa-b9-s02e35

Pouco Pixel 35 – Feat. “featuring”

Parece video game, mas não é!

22.fev.2016

Recebemos neste episódio um convidado muito especial: a “participação especial”! Adriano Brandão e Danilo Silvestre lembram todas as vezes em que uma celebridade – ou um marca! – apareceram nos video games, para o bem e para o mal. É justo colocar o nome de alguém famoso em um jogo qualquer, só para promovê-lo? E quando pagamos preço cheio num game que, na verdade, era pura propaganda? Quando termina a jogabilidade e começa o marketing descarado? Beba Pepsi!

Download | iTunes | Feed

00:02:13 – Feat. “featuring”
00:50:28 – Debate de bolso
01:10:04 – Cartinhas
01:17:36 – Extras do diretor

Os famosos links no post

Jogos mencionados: “Mike Tyson’s Punch-Out!!“, “Space Channel 5“, “Pelé’s Soccer“, “FIFA“, “International Superstar Soccer” e “Super Off Road
Galvão Bueno nunca narrou oficialmente nenhum jogo de futebol, mas quem disse que isso seria problema?
Este é John Madden
Arituro Sena, lenda no Japão, anunciando seu jogo de Mega Duraive
Frank Bruno’s Boxing“, para computadores 8 bit, foi a versão pirata europeia de “Punch-Out!!“, o arcade de 1983
O horroroso “James ‘Buster’ Douglas Knockout Boxing” do Genesis, a resposta inacreditavelmente equivocada da Sega à presença de Mike Tyson no NES
E não é que o infame “Shaq Fu” será relançado?
Pepsi! Pepsi! Pepsi! Pepsiman! Pepsi! Pepsi! Pepsi!
Pois que Woody Allen tinha o seu próprio Marshall McLuhan à disposição para emergências
O gênio da lâmpada interpretado por Shaquille O’Neal se chama Kazaam… mas poderia ser o Chamyto

Groselhas

Não sabíamos quem era Ivan Sullivan, mas também pudera: o nome do cara, na verdade, é Ivan Stewart!

O som do episódio

Michael Jackson, Aerosmith, Black Sabbath, Deep Purple, Steppenwolf…

Mande cartinhas!

Aqui nos comentários, no nosso Twitter, no nosso Facebook ou por e-mail, direto no nosso site. Valeu!

Comente

  • Rodrigo Pillotto

    Um caso emblemático de personalidade que vende o nome para jogos é o do

    Tom Clancy, cuja moçada de hoje nem deve fazer ideia de quem ela era baita escritor.

  • Surfista Aluminado
  • Raul Amoretti de Souza

    Sério!?!?!?!?!?! Caio Ribeiro 2016!!!! Ahahahahahah seria demais!
    Caio Ribeiro é tão, tão ruim que com pouco mais de 30 anos já era comentarista!!!! Ridículo!
    PVC (Paulo Vinícius Coelho) 2016!!!! Ai sim uma bíblia do futebol.

  • Patrícia

    Poxa, eu acreditei na história do golfinho, apesar de não ter repassado. Fiquei aliviada que era mentira, depois. =P

    Eu acho que a gente vive uma “moda” muito engraçada, atualmente: porque temos internet e vemos as coisas nela, achamos que tudo é uma novidade.

    Boatos, golpes e linchamentos causados por fofoca não são coisas da era da internet. A internet apenas ajuda a espalhar pra mais pessoas e torna essas coisas potencialmente mais perigosas. Ingrediente extra: com a internet agora vc pode anexar links, fotomontagens e vídeos tendenciosamente editados pra reforçar seu boato (ou crença infundada).

    Agora, o papel da imprensa tá cada vez mais feio, tá um papelão, né. XD

  • Diego Ferreira

    Ótimo programa! :-)

  • Ivo

    A minha questão sobre o Debate de Bolso é realmente o golfinho estava morto e tudo mais e não foram os banhistas que causaram a morte dele. Mas vamos ser sinceros? Que falta de humanidade em tirar ele da água e ficar tirando selfie.
    Ele morto ou vivo fica a falta de humanidade iminente nessas pessoas.

    Sobre o programa, muito bom =) Parabéns! Adorei as referência de mascotes de produtos em jogos, como Chester Cheetah e Cool Spot. Agora eu ri quando vocês falaram que o jogo do Pepsi Man era legal >.< powwww pessoal! Jogo é MUITO RUIM!

    Parabéns pelo programa!
    Ivo.

    • adrianosbr

      “Pepsiman” é tão ruim, tão ruim, que dá a volta e fica bom. Só isso :-D

      Aliás, um presente a todos:

      • Ivo

        Já que nesse cast vocês falaram sobre mentiras e verdades na internet. Vou compartilhar algo aqui! AMIIBOO DO PEPSI MAN!
        Verdade ou mentira? Hahahahhaha XD

        • adrianosbr

          Quero um na minha mesa até o final da tarde!

  • Eu lembro bem de cada um dos esportistas “esquecidos” que deram nome a videogames. Jennifer Capriati foi campeã de três Grand Slams, grande rival da Venus Wlliams em início da carreira, e hoje é comentarista na TV americana; Frank Bruno talvez tenha sido o adversário do Mike Tyson que, durante o auge do Tyson, mais tenha causado FUROR nas semanas anteriores à luta (muito pelo sensacionalismo da imprensa inglesa); e o James Buster Douglas era realmente um engodo, mas foi um engodo que nocauteou o maior fenômeno do boxe desde Rocky Marciano.

    Já sobre o Super Off Road, vocês misturaram dois jogos: havia o Ivan “Ironman” Stewart’s Super Off Road, que era o jogo de corrida off-road. Segundo a wikipedia, o tal Ivan Ironman Stewart foi um piloto famoso da modalidade. E havia o Danny Sullivan’s Indy Heat, este com exatamente o mesmo gameplay do Super Off Road, só que com carros de Fórmula Indy e circuitos de asfalto. Cheguei a jogar ambos em arcade (com volante mas em terceira pessoa!) e tinha ambos no primeiro PC lá de casa, com monitor VGA quatro cores!

    O Danny Sullivan era um dos grandes nomes da Indy no fim dos anos 80, ao lado de Rick Mears, Al Unser Jr., Bobby Rahal e Mario/Michael Andretti. No Brasil nós detestávamos todos esses pilotos, porque só era permitido torcer pelo Emerson Fittipaldi, que segundo as transmissões do Luiciano do Valle era o maior herói da história do país. :)