Obama

Obama no SxSW 2016: Lição sobre a importância do digital ter o usuário como foco

Presidente compreende que tecnologia, produtos e plataformas digitais não têm início, meio e fim, mas são processos contínuos

11.mar.2016
SxSW 2016

Popular, simpático, genuíno e… um expert em digital. Essa é a primeira e inquestionável impressão que fica do presidente americano Barack Obama ao ouvi-lo falar nesta sexta-feira, em palestra no SxSW, em Austin.

O fato é que Obama revoluciona quando, enquanto líder de uma das maiores potências do mundo, toca em pontos antes pouco abordados por ocupantes do cargo; reforça diferentes formas de participação popular em seu governo; e traz, em seu discurso, o usuário como peça central do papel da (boa) tecnologia.

Em sua fala, o presidente americano indicou não pensar no digital como uma ferramenta que trabalha a favor da sua máquina governamental, mas sim pela sociedade. Trata-se de um discurso muito complementar ao de Casey Gerald, palestrante que o antecedeu e reforçou o poder da mudança não pela tecnologia, mas por ações — a pauta com certeza não foi coincidência.

Com o seu bom humor característico, o presidente americano reforçou diversas vezes a importância da perspectiva do usuário no desenvolvimento de plataformas digitais, ao mencionar projetos como o Free Application for Federal Student Aid (FAFSA) e o Up Next — duas iniciativas do seu governo voltadas para jovens estudantes e que se escoram fortemente na tecnologia.

Obama mostra que deve consagrar-se na História americana como um presidente marcado pela relevância digital

compartilhe

E o que isso tem a ver com as nossas vidas e o nosso cotidiano enquanto profissionais desse meio? Bastante coisa, já que trata-se de um discurso que traz a esperança de mudanças importantes na mentalidade daqueles que trabalham com o mercado digital — afinal, é o presidente dos EUA que está falando. Suas palavras mostram claramente o quanto a tecnologia aplicada pela ótica do usuário é importante, e como commodities digitais fazem pouco sentido.

“Meu objetivo é institucionalizar”, afirmou ele, referindo-se ao uso da tecnologia no governo e indicando que este trabalho não terá fim após o seu mandato.

E é exatamente aí que Obama mostra que deve consagrar-se na História americana como um presidente marcado pela relevância digital: ele compreende que tecnologia, produtos e plataformas digitais não têm início, meio e fim, mas são processos contínuos e ininterruptos que não devem se limitar à marca de uma gestão — e isso vale tanto para governos como para empresas.

Atualmente, um dos maiores desafios do presidente americano, segundo o mesmo, é como institucionalizar o que já foi feito e garantir a sua continuidade.

Barreiras físicas não resolvem os problemas das barreiras virtuais. É preciso unificar essas barreiras e, definitivamente, movê-las não é uma tarefa simples”.

No fim, a palestra de Obama no SxSW mostrou que a maturidade digital americana passa pelos mesmos pontos que discutimos no Brasil: acesso às classes menos favorecidas, segurança, privacidade e por aí vai. Por isso, não faz o menor sentido nos colocarmos a um passo atrás — pelo contrário, há uma grande oportunidade de arregaçarmos as mangas e ajudar a resolver essas questões junto com nossa população.

#BrasilAtSXSWA cobertura B9 do SxSW 2016 tem apoio da Apex-Brasil

Comente

  • Esse Hugh Forest deveria, no mínimo, ter usado algum dispositivo móvel pra fazer uma abertura condizente com o evento e, principalmente, com o discurso do presidente. Mas isso é apenas um detalhe.