Pouco Pixel 58 – Olha, sem as mãos!

Criatividade ou bizarrice?

Pra quê controlar seu jogo favorito com direcional e botões se podemos inventar moda? Adriano Brandão e Danilo Silvestre abrem o museu de aberrações com as mais bizarras tentativas de controles “alternativos” da história dos video games. Que tal mirar com a testa e atirar com gritos? Ou tentar fechar “Super Mario” pulando em um tapete? Por que, afinal, as fabricantes nunca desistiram de tentar empurrar suas maravilhosas invenções? Jogar em telas touch tem futuro?

Download | iTunes | Feed

00:03:24 – Olha, sem as mãos!
00:58:19 – Debate de bolso
01:23:29 – Cartinhas

Os famosos links no post

Jogos mencionados: Super Mario Bros.“, “The Legend of Zelda“, “Pokémon Red e Blue“, “Samba de Amigo“, “L’Heritage
O primeiro controle, antes do joystick com manche, foi o paddle – uma espécie de botão de volume glorificado
Exemplo típico de “muito inovador e muito ruim”: os dois manches de “Karate Champ”
O microfone do Nintendo 64 exigia um adaptador gigante e só servia para falar com um Pikachu semi-surdo
Já o microfone do Dreamcast era ligeiramente mais elegante e ficava preso ao controle; servia para ter altos papos filósoficos com o peixe do Sr. Spock
“Fire! Fire! Fire!”: eis a LaserScope, a mais infame criação da Konami
Compare a Zapper, a pistola do Nintendinho, com a Light Phaser, a pistola do Master System
O Super Nintendo não teve uma pistola, teve a Super Scope, uma bazuca (!)
Antes do Wii, tias faziam yoga no video game com o Power Pad
Dois dos acessórios mais horrorosos do Nintendinho, a Roll & Rocker e a U Force
A inglória Power Glove, a picaretagem quintessencial, e sua cena em “The Wizard”; veja se não é igual à Manopla do Infinito de Thanos
O DreamCast teve acessórios bizarros para bons jogos: as maracas de “Samba de Amigo” e a vara de pesca de “Sega Bass Fishing”
Jogue sendo frito por microondas, com o fantabuloso Sega Activator!

O som do episódio

Lethal Enforcers!

Mande cartinhas!

Aqui nos comentários, no nosso Twitter, no nosso Facebook ou por e-mail, direto no nosso site. Valeu!

Compartilhe: