Clicky

Pouco Pixel 82 – Da joguidade

Video games e a filosofia

10.abr.2017

O que faz um jogo ser um jogo? Adriano Brandão e Danilo Silvestre recorrem à ludologia, a filosofia dos jogos, para entender a “joguidade”, o conjunto de características que diferencia video games de aplicativos de pintura, de filmes ou da declaração anual do imposto de renda. Parece óbvio? Pois não é: se tudo pode ser divertido dependendo da pessoa, como distinguir um jogo de outra atividade prazerosa qualquer? Bons jogos são aqueles que têm boa joguidade? Qual a diferença entre game design e gameplay? Entender esses conceitos nos torna melhores jogadores e críticos de video game?

Download | iTunes | AndroidFeed

00:04:14 – Da joguidade
00:51:28 – High five
01:22:24 – Debate de bolso
01:46:38 – Cartinhas

Seja um mecenas esclarecido!

Contribua com o Pouco Pixel e faça parte de um grupo privilegiado que não somente participa do nosso grupo secreto no Facebook como também assiste às gravações ao vivo do sensacional Tapete Vermelho do Pouco Pixel, com muita interação e papos aleatórios exclusivos! Tudo isso por somente 10 reais por mês – mais barato que suco de shopping.

Os famosos links no post

Johan Huizinga, filósofo holandês do início do século 20, é o autor do livro seminal da ludologia, “Homo Ludens
Saladas são muito engraçadas
Em “A divina comédia“, Dante Alighieri descreve um inferno formado por nove regiões, ditas “círculos“. Cada um deles é dominado pela tortura apropriada para um tipo específico de pecado
O jogo “Mighty Final Fight” foi lembrado pelo ouvinte Lone Player no Twitter
Não sabe o que é o Toddynho branco? Ouça a edição #5 do nosso podcast
Eis a propaganda da Pepsi que tentou apropriar, da maneira mais canhestra possível, os movimentos sociais americanos
O minimanual de jornalismo humanizado do Think Olga, no quarto capítulo, sobre estereótipos
Atari: Game Over“, documentário no qual os cartuchos de “E.T.” enterrados no deserto contam a história de ascensão e queda da Atari (e de toda a segunda geração de video games)

Groselhas

“Street Fighter II” nunca foi lançado oficialmente para o Nintendinho; o port pirata mais famoso foi produzido por uma “empresa” chinesa chamada Hummer Team e “publicado” pela Yoko Soft

No nosso site

Não deixe de consultar a lista completa dos Debates de Bolso e dos High Five no site do Pouco Pixel!

O som do episódio

A versão remasterizada de “Duck Tales”!

Mande cartinhas!

Aqui nos comentários, no nosso Twitter, no nosso Facebook ou por e-mail, direto no nosso site. Valeu!

Também no B9

Comente