Clicky

Instagram testa novidades em seu Stories

Aplicativo disponibiliza ferramentas para empresas e agora permite compartilhamento de stories por DM

13.set.2017

O Instagram não quer ser lembrado apenas no almoço. O aplicativo deixou as piadas sobre fotografia de comida de lado e vem se tornando cada vez mais presente como um registro instantâneo de sua geração. Uma das ferramentas responsáveis por isso é o Stories, que agora poderá ser compartilhado de forma prática, através das mensagens diretas entre os usuários. Para as empresas, a novidade é ainda melhor, pois os materiais publicitários poderão ser editados com o mesmo suporte dos vídeos normais, tornando a propaganda mais próxima e responsiva.

O Instagram Stories é uma forma de interação baseada no envio de imagens ou vídeos animados. A ferramenta funciona igual como o Snapchat, e possibilita a adição de filtros e textos na imagem, que deve ser tirada na hora ou estar em sua galeria recentemente. Todo material se apaga depois de 24 horas.

Agora, o IG Stories vai possibilitar que o usuário envie mensagens diretamente para quem quiser, através da DM (Mensagens Diretas), sem que elas fiquem em um local separado. Ou seja, mensagens permanentes e stories ocuparão o mesmo espaço, sendo que essa última mantêm sua função de “desaparecer” depois do tempo determinado. O novo layout já está sendo implementado em alguns aplicativos iOS e Android.



O compartilhamento de posts regulares já era possível desde 2015. Obviamente, as configurações de privacidade vão permitir escolher se seus stories podem ou não ser compartilhados. Perfis privados, por exemplo, não terão o material divulgado com quem não for seu seguidor.

PUBLICIDADE QUE NÃO TRAVA

As novas mudanças na ferramenta favorecem também as empresas, que vão poder utilizar a câmera e as ferramentas já disponíveis para os usuários comuns, tornando seu material mais próximo do restante da comunidade.

O uso de publicidade dentro do IG Stories acontece desde março (2017), mas de forma básica, entre um stories e outro. A atenção era facilmente quebrada junto com as produções caras e deslocadas. Para o usuário, passar para o story seguinte era apenas uma questão de hábito. A adaptação é uma forma natural da publicidade se encaixar em um meio.

FILHOS DO SNAPCHAT

Mesmo que IG Stories seja um irmão mais novo e pouco original do Snapchat, é inegável o crescimento da ferramenta, que chegou a 250 milhões de usuários (2017). Para o Facebook, o objetivo é o mesmo: renovar o público e continuar válido no mercado.

Desde a recusa em sua proposta de compra, a rede social tenta reinventar suas ferramentas para capturar as aplicações bem sucedidas do Snapchat. A questão não é apenas uma vingança seletiva de mercado, mas sim o interesse no público cativo do adversário: jovens. Mesmo com mais de 2 bilhões de usuários ativos, o Facebook está longe de se conectar com o público novo, que prefere aplicativos mais diretos. Entre as adaptações para se atualizar, surgiu o Instagram Stories e suas diversas ferramentas de sincronização de postagens.

Até o início de 2017, o Snapchat já havia perdido 40% de suas visualizações únicas ativas por dia.

A integração do “universo Zuckerberg” espera que esses usuários migrem para suas outras plataformas. As empresas, por sua vez, tentam entender como passar a mesma mensagem em diferentes meios, sem interromper a conversa de seus usuários – até porque ninguém quer ser lembrado que o Facebook está em todas as partes.

O aplicativo antes usado para ver o que seus amigos estão cozinhando, se transformou em uma forma de comunicação interativa e prática. Intermediar essa conversa é algo que a publicidade sempre fez, mesmo que nem sempre entenda a linguagem de início. E quando no Instagram, faça como o Snapchat. Ou, quase isso.

 

Também no B9

Comente