Empresa chinesa compra 12% do Snapchat e app anuncia reformulações

Empresa teve quedas de usuários ativos do último trimestre

por Soraia Alves

Como mostramos ontem, o Snapchat anunciou que não será descontinuado, negando boatos recentes de que o aplicativo seria cancelado ainda em novembro. Hoje, porém, a empresa anunciou algumas mudanças significativas em sua estrutura.

A primeira delas é a compra de 12% da startup Snap (dona do app) pela empresa chinesa Tencent, uma das maiores desenvolvedoras de games do mundo. A negociação já foi regularmente documentada pela Securities and Exchange Comission (SEC).

Algumas pessoas especularam se essa não seria uma transação antiga, já que a Snap já havia reportado que a Tencent teria comprado ações em rodadas privadas antes da abertura de capital da companhia. Mas não parece ser esse o caso.

Outra mudança é uma grande reformulação do aplicativo a fim de resgatar o seu crescimento. Segundo o presidente da empresa, Evan Spiegel, as melhorias priorizarão a melhora no uso do aplicativo, atendendo aos usuários que reclamam sobre as dificuldades de usar o Snap.

O presidente afirmou que o aplicativo será redesenhados e que será muito mais fácil encontrar tudo o que a plataforma oferece. Outra novidade será uma ferramenta para a transmissão de vídeos para grandes audiências.

Fato é que o Snapchat teve um desempenho fraco no último trimestre, com um pequeno crescimento de 2,8& no número de usuários do app, o que equivale a 178 milhões de pessoas. Mesmo parecendo muito, a título de comparação o Instagram Stories tem mais de 300 milhões de usuários ativos por dia.

Os números também afetam as finanças da empresa, que viu uma fuga de seus investidores nos últimos meses e uma queda de 18% no valor de suas ações.

Compartilhe: