Anunciantes estão deixando o YouTube após notícias sobre conteúdo infantil inadequado

Empresas HP e Mars foram as primeiras a deixar de anunciar na plataforma

Na semana passada, o YouTube começou a excluir alguns vídeos e canais infantis que apresentavam conteúdo impróprio para as crianças (por diversos motivos). A notícia fez com quem alguns anunciantes retirassem suas propagandas da plataforma, a fim de evitar que de alguma forma, seus anúncios caiam justamente em vídeos com esses conteúdos inadequados.

As empresas HP e a Mars estão entre as primeiras marcas a deixarem de anunciar no Youtube. Em nota, elas anunciaram que as medidas tomadas serão mantidas até que o Youtube reforce sua política para a proteção dos conteúdos infantis.

Em maio desse ano, o YouTube também enfrentou problemas com a perda de anunciantes quando a plataforma teve que remover a monetização de vídeos que apresentavam discurso de ódio, incitação à violência e uso de linguagem ofensiva.

A empresa faz questão de lembrar que aprimorou suas regras quanto ao conteúdo do Youtube Kids há pouco tempo, endurecendo as normas e aumentando a fiscalização dos canais. Isso levou à exclusão de muitos materiais que contabilizavam bilhões de visualizações.

Ainda assim, muitos vídeos de terceiros acabam circulando pela plataforma, reproduzindo parte do material que já foi deletado nos canais oficiais com situações abusivas ou com a presença de personagens infantis em situações inadequadas.

Soraia Alves :