Clicky

Red Bull na cratera do Metrô

17.jan.2007

Boa intenção ou oportunismo?

Enquanto bombeiros, policiais militares e funcionários trabalham para encontrar vítimas na cratera do Metrô de São Paulo, promotoras da Red Bull distribuem latas do energético no local do acidente.

Utilizando mochila com formato da lata da bebida, as promotoras conseguiram inclusive ultrapassar o isolamento de segurança.

“Não é promocional, é só para dar uma energia para o pessoal daqui”, disse a promotora Fernanda Souza, 22. Maitê Camargo, 20, disse que a intenção era “dar um gás para a galera que está trabalhando”.

Questionada se era uma ocasião adequada, ela afirmou que “é o momento certo porque eles estão exaustos”. A promotora Fernanda Bruno, 23, disse que “é uma situação delicada, mas a gente quer ajudar”.

O setor de comunicação da Red Bull disse que não fez “divulgação nem promoção do produto” no local do desastre. Segundo a empresa, as funcionárias são orientadas a abordar pessoas “em situação de cansaço físico e mental, como médico em plantão, caminhoneiro e bombeiro”.

Como já dizia um amigo meu: não há limites para o pior.

Fonte: Folha de S.Paulo

Comente