Uber e Cabify suspendem seus serviços em Barcelona

Empresas não aceitaram mudanças exigidas pelo governo local e suspenderam suas atividades na cidade por tempo indeterminado

por Soraia Alves

A partir desta sexta-feira, 01 de fevereiro, as empresas Uber e Cabify não prestarão mais serviços na cidade de Barcelona, depois que o governo da Catalunha aprovou algumas normas que limitam a operação das empresas na cidade.

Entre as mudanças, o governo agora exige que os motoristas busquem os passageiros só 15 minutos depois que o serviço foi solicitado. Os motoristas também seriam obrigados a ter uma espécie de base, como os taxistas, retornando a ela ao fim de cada corrida.

As duas empresas se recusaram a cumprir essas obrigações, optando por suspender o fornecimento de seus serviços na cidade. Enquanto a Uber fez uma postagem oficial com o título “Hasta pronto, Barcelona” (Até logo, Barcelona), se despedindo temporariamente da cidade o Cabify – em comunicado à Reuters – afirma que as novas medidas impostas pelo governo são um reflexo da pressão feita por taxistas da cidade.

Para a Uber “a obrigação de esperar 15 minutos para uma corrida não existe em nenhum lugar da Europa e é totalmente incompatível com o imediatismo dos serviços sob demanda, como o UberX”, ressalta.

Em caso das empresas continuarem trabalhando sem respeitarem as novas regras, a multa seria de 1,4 mil euros (R$ 5,9 mil) pelo descumprimento da regulamentação.

Compartilhe: