Graças ao Super Bowl e “Bob Esponja”, “Sweet Victory” bomba nos streamings de música

Demanda pela canção de David Glen Eisley aumentou em mais de 500% depois dos fãs passarem semanas pedindo para que a NFL a incluísse no show do intervalo da final

por Pedro Strazza

Em um Super Bowl marcado por um jogo modorrento e um show do intervalo sem graça, talvez o maior destaque do evento tenha sido mesmo a participação especial de Bob Esponja na apresentação do Maroon 5 e a história de como o amado personagem da Nickelodeon foi parar na final da NFL.

Tudo aconteceu por conta do falecimento de Stephen Hillenburg, criador da animação, no ano passado. Poucos dias depois da morte do animador, os fãs criaram uma petição online pedindo para que a organização incluísse a canção “Sweet Victory” na programação do show do intervalo da final, que seria estrelada este ano pelo Maroon 5. A razão da escolha da música de David Glen Eisley era simbólica, já que ela tinha sido escolhida pela produção de “Bob Esponja” para ser executada no episódio “Band Geeks” onde Bob Esponja e seus amigos tocavam… no Super Bowl.


O clamor do público deu certo… em parte. Ainda que a NFL tenha topado incluir o personagem marinho durante a apresentação, a participação de Bob Esponja e seus amigos ficou restrita a menos de 5 segundos, usando parte inicial da performance de “Sweet Victory” para introduzir o rapper Travis Scott no palco.

Enquanto a decisão parcial da organização só acrescentou mais desprezo na reação negativa ao evento (o vídeo acima, por exemplo, já acumula 754 mil dislikes), quem se deu muito bem nessa história toda foi a própria “Sweet Victory”. De acordo com a Nielsen Music, entre os dias 3 e 4 de fevereiro a canção voltou a explodir em popularidade nos Estados Unidos graças à questão do Super Bowl, acumulando 46 mil reproduções só nos dias anteriores à final e 310 mil entre os dias 3 e 4 de fevereiro.

Só para se ter uma ideia do estrago, estes números representaram um crescimento de 566% no interesse pela música – e isso só em streamings de música e vídeo, que foram os parâmetros medidos pela Nielsen.

Além de Bob Esponja, quem também viu os números crescerem foram os próprios artistas convidados pela NFL para tocar no jogo. Enquanto o Maroon 5, headliner do evento, viu a demanda por todo o seu catálogo crescer em 38,3%, a Nielsen aponta que “The Way You Move”, canção do OutKast interpretada por Big Boi no show, subiu 74% em número de acessos e “streams”. Já Travis Scott não viu suas canções subirem tanto na demanda popular verificada pela entidade, mas o crescimento de apenas 1% na “Sicko Mode” que levou ao Super Bowl se deve ao fato do rapper estar atualmente no topo das paradas, o que não deve abrir muito espaço para maiores implosões.

Compartilhe: