No Japão, táxis terão reconhecimento facial para projetar anúncios personalizados

Empresa afirma que sistema ainda não foi implementado; tecnologia levanta discussão sobre privacidade de dados

por Matheus Fiore

A engenheira de privacidade do Google Rosa Golijan descobriu e postou, em seu Twitter, uma peculiar característica de um serviço de taxis do Japão. a Premium Taxi Vision estaria, supostamente, utilizando tecnologia de reconhecimento facial para identificar características de passageiros para projetar propagandas personalizadas.

No texto, que você pode ler (em inglês) na imagem abaixo, o tablet posicionado atrás do banco do motorista informa que está utilizando um sistema de reconhecimento facial, captando as imagens registradas pela câmera do aparelho. A imagem capturada será analisada para definir características como gênero, a fim de projetar na tela o conteúdo mais “otimizado” possível. “A identificação de gênero é executada uma vez no início da exibição da propaganda, e os dados da imagem são descartados imediatamente após o processamento. Nem o tablet nem o servidor guarda os dados coletados.” ele diz.

Depois de contato com a Digital Trends, a Premium Taxi Vision disse que o serviço de otimização de propaganda ainda não foi implementado. “Nós criamos a funcionalidade para determinar certas características de fotografias e passageiros, para potenciais otimizações de propagandas no futuro” declarou um porta-voz da empresa.

Os potenciais problemas de tal programa ser implementado são muitos. Além da clara invasão de privacidade, é preciso ter certeza de que a Premium Taxi Vision não venderá os dados coletados nem os utilizará posteriormente.

Compartilhe: