Tesla reduz preços de painéis solares para aumentar vendas

Iniciativa tenta contornar uma queda significativa nas instalações de painéis solares da empresa no último trimestre

por Soraia Alves

A Tesla vai diminuir o preço de seus painéis solares a fim de aumentar as vendas entre o público. O preço será 38% menor do que a média nacional dos Estados Unidos, e é uma tentativa de controlar o declínio de seus negócios com produtos voltados para a energia solar.

Segundo o The New York Times, a ideia do chefe do departamento solar da Tesla, Sanjay Shah, é vender painéis entre US$ 1,75 e US$ 1,99 por watt. Em comparação, a média do preço no país é de US$ 2,85 por watt.

O chefe do departamento explica que a Tesla consegue alcançar esses preços, primeiro porque está padronizando ainda mais as suas instalações. Com isso, os clientes só poderão comprar painéis em incrementos de 4kW ou 12 painéis. Em segundo lugar, a empresa deixará boa parte dos processos de instalação dos painéis na mão dos clientes, o que normalmente exigiriam uma visita de profissionais da empresa e, consequentemente, um custo extra no preço final.

As mudanças fazem parte de uma tentativa da Tesla de contornar uma queda significativa nas instalações de painéis solares. A empresa implantou um total de 47 megawatts no último trimestre. No mesmo período em 2018, o total foi de 73 megawatts.

Com isso, a Tesla caiu para o terceiro lugar em termos de instalações solares nos Estados Unidos, atrás das empresas Sunrun e Vivint Solar.

Compartilhe: