cannes-lions-digital-craft-2019

Cannes Lions 2019: GP de Digital Craft vai para trabalho sobre roupas digitais

Projeto garante que solução para o paradoxo consumo x sustentabilidade é o uso de roupas digitais, que não são produzidas de verdade

por Soraia Alves

A decisão do Grand Prix da categoria Digital Craft não foi fácil. O júri precisou de um voto de minerva para promover o desempate entre as peças “Address the Future” (Carlings), da agência dinamarquesa Virtue, e a “Never Ask” (Nike), criada em parceria entre as agências Wieden + Kennedy e Wizz.

No fim, o trabalho dinamarquês levou o prêmio, promovendo o projeto que trabalha com o conceito de roupas digitais. A ideia desenvolvida pela empresa Carlings se baseia no atual paradoxo entre consumo e sustentabilidade. A solução para o problema seria o uso de roupas digitais, que possibilitariam alimentar as redes sociais com looks sempre diferentes, mas sem a necessidade da produção real desses produtos.

A escolha da peça foi bem discutida, e parte do júri não concordou com a decisão. Na mesma categoria também concorreram peças da DDB Paris (Ubiosft), da FCB/Inferno (Huawey) e da 360I/New York (HBO).

O Brasil conquistou um Leão de Bronze em Digital Craft com a peça “Trending Botics”, da FCB para Congresso em Foco.

Compartilhe: