Ewan McGregor de Obi-Wan Kenobi, “Lizzie McGuire”, novas séries da Marvel e mais: os anúncios do Disney+ na D23 Expo

CulturaSocial Media

Ewan McGregor de Obi-Wan Kenobi, “Lizzie McGuire”, novas séries da Marvel e mais: os anúncios do Disney+ na D23 Expo

Estúdio enfim divulgou ao público quais serão os primeiros conteúdos do seu aguardado serviço de streaming que lança no começo de novembro

por Pedro Strazza

Depois de meses de muito mistério, a Disney enfim revelou detalhes sobre sua primeira leva de produções que planeja lançar no Disney+, seu novo serviço de streaming que pretende colocar no mercado estadunidense (e em alguns outros países) daqui 80 dias. A apresentação ocorreu no palco da D23 Expo, convenção bianual que a companhia realiza nos Estados Unidos para celebrar a verdadeira cultura que criou em cima de suas produções.

A Disney, vale dizer, não vai economizar munição para se tornar uma opção querida entre os consumidores. Além de todos os conteúdos divulgados e anunciados na noite de hoje, a empresa também voltou a confirmar hoje que todo o catálogo de seu estúdio, Pixar, Marvel Studios e Lucasfilm estarão disponíveis na plataforma ainda no primeiro ano de vida do serviço, reafirmando assim a aposta em sua história como um dos principais valores de atração para o público médio na briga com a Netflix e (em especial) o Apple TV+ nestes primeiros meses.

Os primeiros grandes anúncios da empresa no evento foram novas produções inspiradas em antigos sucessos do Disney Channel, “Phineas e Ferb” e “Lizzie McGuire”. Enquanto a animação vai ganhar um filme intitulado “Phineas and Ferb The Movie: Candance Against the Universe”, o seriado adolescente estrelado por Hillary Duff vai ganhar uma continuação que acompanhará a protagonista em sua vida de millennial na Nova York atual. Ambas as produções não tem previsão de lançamento, mas o estúdio garantiu que serão exclusivos do Disney+.

Outro sucesso do Disney Channel que voltará para o serviço de streaming é “High School Musical”, que vai ganhar uma série chamada “High School Musical: The Musical: The Series”. Como o nome bem indica, o programa não acompanhará os personagens da trilogia de filmes lançados nos anos 2000, mas sim um grupo de jovens do colégio onde as histórias foram “filmadas” que decidem organizar uma peça musical em homenagem aos longas antes que a instituição feche.

Além de exibir o piloto ao público da D23, a Disney liberou nas redes o primeiro trailer do seriado, que mostra que a produção deve seguir uma estética mockumentary que foi consagrada por séries como “The Office” e “Parks and Recreation”, mas voltada agora para a geração Z – confira abaixo.

A Pixar, enquanto isso, aproveitou o evento para confirmar as produções de dois conteúdos exclusivos do serviços que tiram inspiração direta de seus filmes. O primeiro é “Forky Asks A Question”, uma coleção de curtas estreladas pelo Garfinho de “Toy Story 4” que estará disponível já no lançamento da Plus no dia 12 e mostra aventuras do personagem com outros coadjuvantes da franquia. A Disney exibiu um dos capítulos na D23, onde Garfinho contracena com o Porquinho no esforço de aprender sobre o conceito do dinheiro.

Já a outra produção da Pixar para a plataforma é a série “Monsters at Work”, que enfim mostrará o que aconteceu no mundo de “Monstros S.A.” após os eventos do filme de 2001. Previsto inicialmente para algum momento de 2020, o seriado acompanhará os bastidores da fábrica de sustos conforme ela se transforma numa fábrica de risos para alimentar a cidade do mundo atrás das portas dos armários de criança.

Na seção dedicada ao Marvel Studios, a Disney não deixou de repetir parte dos anúncios feitos na San Diego Comic-Con em julho, mas houveram algumas surpresas que pegaram desprevenidos o público do evento (e das redes sociais). Junto de alguns anúncios pontuais de elenco para os programas já anunciados – incluindo Wyatt Russell em “Falcão e o Soldado Invernal” e Kathryn Hahn e Kat Dennings em “WandaVision” – Kevin Feige confirmou no palco a produção de outras três novas séries exclusivas para o Disney+ e centradas nos personagens Ms. Marvel, Cavaleiro da Lua e Mulher-Hulk – a primeira, vale dizer, deve trafegar entre produções para o serviço e os filmes da companhia.

Ao contrário das já anunciadas, os três novos programas ainda não tem nenhuma previsão de lançamento na plataforma.

O único grande destaque da National Geographic na D23 foi “The World According to Jeff Goldblum”, um seriado documental estrelado por Goldblum que mostra o ator viajando o mundo atrás de coisas e assuntos que o intrigam. Além de um trailer, foi confirmado que a primeira temporada do programa estará disponível na Plus já em seu lançamento nos Estados Unidos.

Outra série documental que já estará disponível no Disney Plus em novembro é “Encore!”, que conta com produção executiva de Kristen Bell e acompanha os preparativos de um revival de uma peça de colégio por uma classe formada décadas atrás e já na fase adulta.

Na parte de filmes, junto da esperada prévia de “A Dama e o Vagabundo” a Disney também lançou o trailer de “Noelle”, comédia natalina protagonizada por Anna Kendrick e Bill Hader que estará no serviço já em seu lançamento. O estúdio também exibiu rápidas prévias de “Star Girl” e “Timmy Failure” para o público do evento.

Uma franquia que marcou presença de surpresa no painel foi “Muppets”, que confirmou a realização de novo um novo programa exclusivo do streaming. Intitulado “Muppets Now”, o seriado divulgou poucos detalhes, mas confirmou que será um programa de episódios curtos estrelados pelos amados personagens criados por Jim Henson.

Antes da Lucasfilm subir ao palco e encerrar o evento, também foi confirmado a realização de “Diary of a Female President”, um programa produzido por Gina Rodriguez que acompanha uma jovem estudante do ensino médio que no futuro se tornará presidente dos Estados Unidos.

“Star Wars” sem dúvida foi a grande atração que encerrou o painel do Disney Plus na D23, até porque a Lucasfilm aproveitou a ocasião para divulgar o primeiro trailer da aguardada série “The Mandalorian”. O estúdio mostrou bem mais coisa no evento, porém, como a divulgação da linha do tempo oficial da saga, que agora se divide em três “eras”: a era da república, da rebelião e da resistência.

Entre as questões despertadas pela cronologia, a imagem exibida no telão da D23 gerou dúvida sobre a estranha aparição da “Galaxy’s Edge”, o parque de “Star Wars” que pelo visto se insere entre os novos filmes da história.

Os destaques, porém, foram mesmo as séries. Junto de “The Mandalorian” e o seriado prelúdio de “Rogue One: Uma história Star Wars” protagonizado por Cassian Andor (que ainda não tem título oficial, mas confirmou ter dez episódios de duração), a Lucasfilm anunciou a sétima temporada da animação “The Clone Wars” para fevereiro de 2020, divulgando uma imagem da nova leva de episódios do desenho também amado por parte dos fãs.

Por fim, após exibir o trailer de “The Mandalorian” aos presentes, a presidente do estúdio Kathleen Kennedy trouxe ao palco o ator Ewan McGregor para anunciar a produção de uma série derivada sobre Obi-Wan Kenobi, confirmando os rumores que corriam a internet nos últimos dias. Além do retorno de McGregor ao papel, a única informação que se sabe sobre o programa é que ele se passará entre os episódios III e IV da saga, quando o cavaleiro Jedi se encontra isolado em Tatooine após a trágica queda do aprendiz e amigo Anakin Skywalker ao lado sombrio da Força.