Ao contrário da Netflix, séries originais do Disney+ lançarão episódios semanalmente

Serviço de streaming também já tomou precauções para evitar problemas de sobrecarga no dia de lançamento da plataforma

por Pedro Strazza

Além de oferecer um verdadeiro caminhão de novidades sobre as novas produções do estúdio para as telinhas e as telonas, a D23 Expo 2019 também serviu para a Disney como grande palco para apresentar ao público e a imprensa detalhes cruciais sobre como irá funcionar o Disney+, seu novo e grandioso serviço de streaming que lança no próximo dia 12 de novembro nos Estados Unidos e outros países. E uma das informações mais interessantes sobre a plataforma que saiu do evento realizado neste fim de semana em Anaheim, Califórnia, é que ao contrário do esperado a Plus não vai seguir o modelo de binge watching que se tornou padrão no meio.

De acordo com fontes ouvidas pelo TVLine na feira, as séries originais do serviço como “The Mandalorian”, as produções televisivas do Marvel Studios e mesmo a série documental estrelada por Jeff Goldbum vão lançar seus episódios numa base semanal ao invés de liberar tudo de uma vez para o espectador maratonar nos primeiros dias. A medida é um pouco similar à da Apple com o Apple TV+, que planeja variar os formatos de lançamento de seus conteúdos de acordo com cada uma de suas séries, e parece ser feita para escapar dos atuais dilemas da Netflix, que recentemente descobriu da pior forma os desafios por trás deste modelo de negócios.

A estratégia também faz sentido a longo prazo se considerar que neste primeiro ano de vida a expectativa da Disney com a Plus em relação a conteúdos originais está bem abaixo das metas da Netflix ou mesmo da Apple, com planos de ter 25 séries e 10 filmes exclusivos na plataforma. Ao aproximar o serviço da dinâmica de programação de um canal de televisão, a companhia em teoria consegue manter grande parte do público assinando o streaming para acompanhar estas produções sem precisar triplicar o investimento em produções do tipo.

A preocupação mais imediata da Disney com o streaming no momento, porém, é mesmo o dia de lançamento. Ao The Verge, o presidente da plataforma Michael Paull declarou que a equipe por trás do Plus já está na expectativa de haver sobrecarga do sistema na época, conforme milhares de usuários acessarão o Disney Plus ao mesmo tempo.

“Nós temos pensado muito sobre isso. Felizmente, nós vimos essa experiência com ‘Game of Thrones’, nós tivemos a experiência com o ESPN+ graças aos grandes eventos pay-per-view que temos realizado na transmissão exclusiva do UFC em nossa plataforma” diz o executivo, que também acrescenta que transmissão ao vivo é uma situação muito mais mais complexa porque há uma quantidade de pessoas enorme acessando simultaneamente. Paull, porém, confirma que o serviço está preparado para o dia de estreia da Plus e que deve evitar as crises que a HBO Go sofreu durante a última temporada de “Game of Thrones”, por exemplo.

Compartilhe: