Fundador do Wunderlist quer comprar seu aplicativo de volta

Empresário quer evitar que a Microsoft descontinue o aplicativo em breve

por Soraia Alves

Christian Reber, criador do aplicativo de produtividade Wunderlist, vendeu sua empresa há quatro para a Microsoft por algo entre US$ 100 milhões e US$ 200 milhões. Agora, em um movimento incomum, Reber quer comprar o aplicativo de volta.

Embora tenha comprado o app em 2015, a Microsoft anunciou em 2017 os planos de aposentar o Wunderlist em favor de seu próprio aplicativo de lista de tarefas. E esse é o motivo pelo qual Reber quer o app de volta: para evitar que ele seja descontinuado.

Por enquanto, o Wunderlist ainda está disponível, mas sem receber atualizações. Não está claro se alguém da Microsoft está levando a oferta a sério, já que a empresa não se manifestou sobre o assunto.

Compartilhe:
  • tags: