Telescópio Hubble encontra planeta com vestígios de água em estado líquido

K2-18 b possui um ciclo de água com evaporação e condensação semelhante ao nosso

por Matheus Fiore

A busca por outras formas de vida fora da Terra é algo que a humanidade já investe há décadas, desde a corrida espacial e o aprimoramento das tecnologias de viagem, estudo e monitoramento do espaço. Para encontrar vida, porém, há uma barreira básica: a existência de água em seu estado líquido. Gases e crostas de gelo já foram encontradas anteriormente, mas água em seu estado líquido, não. Pelo menos, não até agora.

O telescópio Hubble encontrou, em planeta nomeado K2-18 b e que se enquadra no que chamam de “super-Terra” o que os astrônomos acreditam ser sinais da existência da água em forma líquida: registros de vapor d’água na atmosfera. O planeta possui massa e tamanho semelhantes ao do nosso, e existe em um sistema solar “habitável”, o que significa que possui uma temperatura média ideal para que a água possa manter-se no estado líquido.

O K2-18 b fica a 110 anos-luz, próximo da constelação de Leão. De acordo com o TechCrunch, há vários outros planetas definidos como “super-Terra” pelo universo, mas o aqui comentado é o único com indícios de possuir água no estado líquido. É interessante notar também que, caso confirme-se a informação, por também haver água no estado gasoso no planeta, isso sugere a existência de um ciclo assim como o nosso, com estágios de evaporação e condensação.

A NASA postou um vídeo abaixo em seu canal no YouTube com imagens simuladas do planeta, seu sistema solar e o comparando com o nosso. Apesar de ser uma descoberta empolgante e um marco da astronomia, é ao mesmo tempo triste imaginar que, pela distância, provavelmente nunca chegaremos em um planeta como esse.

Compartilhe: