cover-facebook4 (3)

Facebook vai deixar de deletar posts de políticos (mesmo se regras da plataforma forem quebradas)

Na prática, fake news e discursos de ódio estão liberados em postagens de contas oficiais de políticos

por Matheus Fiore

Apesar de estar em uma importante batalha contra a propagação de fake news e impedindo o crescimento de redes que disseminam discurso de ódio, o Facebook anunciou uma novidade bastante preocupante. A empresa afirmou que, em preparação para o próximo ciclo eleitoral, não deletará mais nenhuma postagem feita por políticos, mesmo se essa postagem infringir as normas de uso da plataforma.

A notícia veio durante um discurso de Nick Clegg, porta-voz sênior da empresa que afirmou que o Facebook está se preparando para as eleições de 2020 com um novo olhar para a atuação da companhia diante da corrida eleitoral. Clegg explica que o Facebook continuará trabalhando para remover contas falsas, discurso de ódio e fake news da plataforma, mas postagens feitas por páginas oficias de políticos não estarão inclusas no sistema de checagem de fatos e não serão submetidas à avaliação baseada nas normas de uso da empresa.

“Liberdade de expressão é um princípio absolutamente fundamental para o Facebook.” afirmou Clegg no evento; “Desde o início, dar voz às pessoas para se expressarem tem sido o coração de tudo que fazemos. Nós somos campeões da liberdade de expressão e defendemos isso diante daqueles que querem restringir essa liberdade. Censurar ou sufocar o discurso político estaria em desacordo com nossos princípios”.

Na prática, a novidade permite que quaisquer políticos compartilhem não só fake news, como postagens com discurso de ódio. É uma notícia preocupante, já que vivemos em um tempo no qual grupos e partidos da extrema-direita, que se identificam com discursos ultra-nacionalistas, supremacistas raciais e fascistas ganham voz pelo mundo.

Compartilhe: