resumo-da-novela-amor-de-mae-reproducaotv-globo_2418119

Crise do coronavírus deixa Globo sem novela das 9 pela primeira vez na história

Interrupção das gravações vai levar "Amor de Mãe" a um "fim de temporada" no próximo sábado, cenário que deve se repetir para outras produções da emissora

por Pedro Strazza

Depois do calendário de Hollywood ser afetado por completo pela pandemia do coronavírus, agora é a vez do Projac sofrer com a crise instaurada pela doença. E os efeitos são tão profundos na produção dos estúdios da Rede Globo que a emissora pela primeira vez em sua história vai ficar sem uma novela para passar no horário das nove, um dos espaços de programação mais valiosos do canal.

A informação vem do Notícias da TV, que afirma que a interrupção das gravações de “Amor de Mãe” nesta segunda (16) forçou a Globo a decidir por um “fim de temporada” para a novela de Manuela Dias, que ainda não tem previsão de retorno após este primeiro fechamento no próximo sábado, 21 de março. O que também não se sabe é o que deve entrar no lugar da produção: a questão deve ser resolvida hoje em uma reunião de emergência da cúpula da emissora, com a decisão sendo anunciada numa nota posterior.

“Amor de Mãe” não é a única que deve passar por problemas do tipo. Atual novela das sete, “Salve-se Quem Puder” também teve as filmagens interrompidas e muito provavelmente vai instaurar a mesma medida de “fechar temporada” e ficar sem episódios inéditos por tempo indeterminado. “Éramos Seis” e “Malhação – Toda Forma de Amar”, enquanto isso, vão até o fim graças a coincidência de estarem em reta final, mas suas sucessoras (respectivamente “Nos Tempos do Imperador” e a próxima encarnação de “Malhação”) terão seus debutes adiados por tempo indeterminado.

Ainda de acordo com o Notícias da TV, o plano da Globo com suas produções no momento é retomar as filmagens assim que a parte mais crítica da pandemia passar – o que é em si um problema, dado que a porção mais agressiva da contaminação deve acontecer até o fim do mês. Vale acrescentar que a emissora ainda não registrou casos de funcionários acometidos pelo coronavírus em seus estúdios, onde no momento são produzidas oito novelas, cinco séries e uma minissérie.

A crise não se restringe ao setor de narrativas e ficção da emissora. Nos programas de entretenimento, desde a semana passada a Globo mantém em vigor a ordem de reduzir ao máximo as aglomerações, o que levou a feitos inéditos como a ausência de auditório no “Domingão do Faustão” e no “Encontro com Fátima Bernardes”. A situação deve se repetir no “Big Brother Brasil 20” e no “Se Joga” esta semana, além do espaço de jornalismo ser ampliado – o “Mais Você”, por exemplo, por enquanto deixará de ser exibido.

Vale ressaltar que, de acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil conta agora com 231 casos confirmados de pessoas infectadas com o coronavírus. Segundo médicos e especialistas em saúde, a melhor forma de evitar a doença e suprimir seu contágio é cobrindo a boca e o nariz com o antebraço ao espirrar, evitando aglomerações e o contato com pessoas infectadas, e lavando as mãos e com frequência.

[Atualização: 16/03, 17:20] A Rede Globo informou que a partir do dia 23 de março exibirá no lugar de “Amor de Mãe um compacto da novela “Fina Estampa”, de Aguinaldo Silva, originalmente exibida entre 2011 e 2012. Outras reprises ainda devem ser anunciadas para a programação da emissora, cobrindo horários como o da novela “Salve-se Quem Puder”.

[Atualização: 17/03, 11h15] Em comunicado oficial, a Rede Globo confirmou que também exibirá compactos de “Malhação: Viva a Diferença”, “Novo Mundo” e “Totalmente Demais” nos horários ocupados hoje e respectivamente por “Malhação: Toda a Forma de Amar”, “Éramos Seis” e “Salve-se Quem Puder”. Já os programas “Mais Você”, “Encontro com Fátima Bernardes”, “Globo Esporte” e “Se Joga” deixarão de ser exibidos durante a crise para favorecer a ampliação da cobertura de jornalismo sobre a pandemia. [Fim da atualização]

Compartilhe: