França usa IA para verificar se todos estão usando máscaras no transporte público

Empresa responsável garante que seu software não viola políticas de privacidade e é compatível com o Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Europeia

por Soraia Alves

A França está integrando novas ferramentas de Inteligência Artificial nas câmeras de segurança do sistema de metrô de Paris. A intenção é que a tecnologia ajude o governo a verificar se os passageiros estão usando máscaras no transporte público, como pede as regras de segurança devido à pandemia de Covid-19.

O software, que já foi implantado em outros lugares do país, iniciou nesta semana um teste de três meses na estação central de Chatelet-Les Halles, na capital francesa. De acordo com o Bloomberg, a responsável pela tecnologia é a startup DatakaLab, que criou o programa a fim de gerar dados estatísticos anônimos que ajudarão as autoridades a antecipar futuros novo surtos de Covid-19 no país.

O DatakaLab também afirma que seu software não viola as políticas de privacidade e é compatível com o Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Europeia (GDPR). A empresa já vendeu análises de vídeo feitas com inteligência artificial por vários anos, usando a tecnologia para gerar dados para lojas e shoppings sobre a demografia de seus clientes.

Xavier Fischer, CEO da startup, diz que embora a pandemia certamente tenha criado novos os usos para ferramentas de IA, isso não significa que os países devem abandonar suas regras de privacidade e adotar um software de vigilância invasivo. “Nós respeitamos as regras da Europa. Essa tecnologia é muito útil, mas pode ser muito perigosa… [Mas] nós temos nossos valores e eles fazem parte da nossa empresa“, explica.

O projeto é uma das várias medidas que diversas cidades ao redor do mundo estão adotando no momento em que começam a flexibilizar as regras de isolamento social, permitindo que as pessoas voltem a circular mas ainda com regras a serem seguidas.

No caso da França, o uso de máscaras agora é obrigatório no transporte público, incluindo metrô, trem, ônibus, táxi e carros pedidos por aplicativos, como a Uber, que particularmente também está adotando o uso de uma ferramenta com IA para identificar se os motoristas estão respeitando a regra e usando máscaras.

Compartilhe: