Estátua de escravagista na Inglaterra é substituída por homenagem ao Black Lives Matter

Monumento de mulher negra fazendo pose do Black Power é erguida na cidade de Bristol

por Matheus Fiore

Na cidade de Bristol, na Inglaterra, a estátua de um comerciante de escravos foi substituída por uma escultura de um manifestante do movimento Black Lives Matter. Segundo o The Guardian, a estátua havia sido derrubada pelo BLM em junho, e um time de artistas liderado por Marc Quinn foi responsável por fazer a nova escultura.

A estátua anterior, dedicada a Colston
A nova estátua, dedicada a Jen Reid

A nova homenagem é para Jen Reid, protestante do movimento que foi fotografada no exato ponto no qual a estátua do escravagista foi derrubada, levantando o punho em referência ao movimento. A figura que teve sua homenagem derrubada foi Edward Colston um comerciante de escravos do século XVII.

A nova obra foi instalada hoje e se chama “A Surge of Power”. (ou “Um Surto de Poder”) A estátua de resina e aço preto foi erguida no início da manhã por um grupo de dez pessoas que trabalham juntamente a Quinn. A equipe instalou a homenagem antes que as autoridades locais chegassem. “Quando eu estava lá no pedestal, levantei meu braço fazendo uma saudação do Black Power, foi totalmente espontâneo”, afirmou Jen Reid. “Eu nem pensei muito sobre o ato. Era como se uma carga elétrica de poder estivesse passando pelo meu corpo. Essa escultura existe para defender minha mãe, minha filha e negros como eu”, completou.

Desde os protestos resultantes do brutal assassinato do americano George Floyd, covardemente asfixiado por policiais americanos, protestos dos mais variados tipos têm acontecido ao redor do mundo. Em muitos deles, uma atitude recorrente tem sido a derrubada de monumentos em homenagens a figuras históricas racistas, como escravagistas dos Estados Unidos e do Reino Unido.

Compartilhe: