Com apenas uma temporada, “The Witcher” vai ganhar prelúdio na Netflix

Minissérie "Blood Origin" será situada 1200 anos antes dos acontecimentos da série e deve acompanhar as aventuras do primeiro bruxo do Continente

por Pedro Strazza

“The Witcher” mal nasceu na Netflix e já vai ganhar um irmão para chamar de seu. O serviço de streaming anunciou nesta segunda-feira (27) a minissérie “The Witcher: Blood Origin”, uma produção ambientada 1200 anos antes da série principal e cuja premissa deve acompanhar as aventuras do primeiro bruxo do universo da série.

O comando do projeto ficará a cargo de Declan de Barra e a atual showrunner de “The Witcher” Lauren S. Hissrich, que servirão de produtores executivos – ainda que a produção propriamente dita seja creditada a de Barra. Em sua conta no Twitter, Hissrich escreve que “sempre quis mergulhar fundo na mitologia e história do Continente”, dando indícios de que a minissérie de seis episódios deve agradar bastante o público já conquistado pela série.

Ainda que mire reforçar o interesse dos fãs, “Blood Origin” intriga mesmo por sua concepção em si. Embora a Netflix no passado já tenha realizado especiais de alguns de seus programas (como não esquecer do prelúdio de “Marco Polo”?), esta é a primeira ocasião em que a companhia produz um programa inteiro derivado de uma série original.

A notícia é mais impressionante se considerar também que “The Witcher” tem apenas uma temporada de vida na plataforma, o que ajuda a denotar o interesse do streaming com a adaptação dos jogos da CD Projekt Red e dos livros de Andrzej Sapkowski. Além de ter sido renovada antes mesmo de estrear no catálogo, a produção de acordo com a métrica distorcida da empresa registrou um público da altura dos 76 milhões no mês de lançamento, um número que posiciona o programa entre os mais populares do catálogo.

Ainda sem previsão de início das filmagens devido à pandemia, “Blood Origin” também confirmou o envolvimento de Sapkowski como consultor criativo e que a produção deve ocorrer no Reino Unido, mesmo país onde “The Witcher” é realizado.

Compartilhe: