snowdenb9

Eleição faz “Snowden” de Oliver Stone chegar ao top 10 da Netflix nos EUA

"22 Milhas", outro filme com pano de fundo político, também chega ao topo do ranking no dia da decisão entre Biden e Trump

por Matheus Fiore

A eleição presidencial dos Estados Unidos, obviamente, mexe com a população americana. Em 2020, isso pode ser visto até mesmo nos destaques da Netflix. No país, os filmes “Snowden: Herói ou Traidor”, de Oliver Stone, e “22 Milhas”, de Peter Berg, chegaram hoje ao top 10 de mais assistidos do serviço de streaming.

O filme de Oliver Stone ocupa, atualmente, a oitava posição, enquanto o de Berg está logo acima, em sétimo. Ambos possuem forte contexto político em suas histórias. “Snowden” conta toda a história do ex-funcionário da Agência de Segurança dos Estados Unidos que se tornou inimigo público ao divulgar documentos que comprovam que o governo americano espionava tanto sua população quanto governos internacionais. Já o filme de Berg acompanha um oficial da CIA que comanda uma equipe com a missão de retirar do país um policial com informações sigilosas.

O cinema político, inclusive, não é exatamente algo raro na filmografia de Stone. O diretor americano já dirigiu obras como “JFK: A Pergunta Que Não Quer Calar”, “Nascido em 4 de Julho”, “Nixon” e “W.”, este último sobre o ex-presidente George W. Bush. Mesmo que seja o menos popular dos listados, “Snowden” é o que mais dialoga com as crises políticas recentes dos Estados Unidos, principalmente se lembrarmos que espionagem de dados se tornou um dos principais assuntos nas discussões de política internacional.

O filme de Stone foi lançado ainda em 2016, e é difícil imaginar que seu sucesso no top 10 da Netflix no dia de hoje não tenha nenhuma influência do momento político que vive o povo americano, que está prestes a eleger Joe Biden ou Donald Trump ao passo que o atual presidente acusa sem provas a oposição de manipular a eleição.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link