Hackers acessaram 350 mil senhas de usuários do Spotify

Hackers acessaram 350 mil senhas de usuários do Spotify

Dados foram obtidos por meio de vazamentos de outras plataformas nas quais os usuários utilizavam os mesmos email e senha

por Matheus Fiore

O Spotify sofreu um ataque hacker que resultou no vazamento de 350 mil senhas de seus usuários. As senhas foram postas em um fórum com acesso público. Segundo o VPNMentor, o problema aconteceu em julho, mas só foi divulgado nesta segunda-feira (23/11). Os hackers testaram no Spotify os emails e senhas obtidos em vazamentos de outros serviços.

Ao contrário do que é comum em vazamentos como esse, os dados não foram expostos por uma quebra de segurança no sistema do Spotify ou algo do tipo, e sim pela reutilização de logins e senhas de outros serviços. Ao todo, 380 milhões de contas foram expostas, incluindo, além de senha, outros dados de cadastro das contas das plataformas.

Desses 380 milhões, entre 300 e 350 mil contas foram acessadas. Todas elas tinham em comum usuário e senha tanto no Spotify, quanto nas outras plataformas que foram invadidas. O caso ressalta a importância, portanto, de ter senhas diferentes para plataformas diferentes. Caso a pessoa tenha uma conta invadida, se a senha não for a mesma de outros sites e serviços, o usuário não corre o risco de ter diversas contas invadidas.

Não foi especificado de quais plataformas os dados foram vazados, o que torna importante alterar senhas similares para o máximo de serviços e contas que você tenha. Afinal, em vários serviços online, dados sigilosos como os números de seu cartão de crédito ficam armazenados e permitiriam a invasores realizar compras em seu nome.

Pelo tamanho do vazamento, muitos lembraram de uma grande falha na segurança do Facebook. Em 2019, um número entre 200 e 900 milhões de senhas foi vazado da plataforma de Mark Zuckerberg, e chegou a incluir dados cadastrais do Instagram, que também pertence ao Facebook Group.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link