"Nomadland" se consagra como grande vencedor do Oscar 2021
Imagem: Divulgação

“Nomadland” se consagra como grande vencedor do Oscar 2021

É o segundo filme dirigido por uma mulher e o primeiro distribuído pela Disney a receber o prêmio principal da Academia

por Pedro Strazza

Aconteceu na noite deste domingo (25) a 93° edição do Oscar, que confirmou o esperado na categoria principal. “Nomadland” levou o prêmio de Melhor Filme, se tornando o segundo dirigido por uma mulher a receber a estatueta maior da grande premiação hollywoodiana – e Chloé Zhao também repetiu o feito no prêmio de direção.

O fim de noite não foi com o prêmio principal, porém. Na expectativa de que Chadwick Boseman levasse o prêmio de atuação, a última categoria da noite foi Melhor Ator, que acabou indo para Anthony Hopkins por “Meu Pai” – que não pode comparecer devido aos riscos da pandemia. Um fim de noite atípico, coroado ainda pela apresentação sem grandes alardes de Joaquin Phoenix pra Hopkins e do discurso breve de Frances McDormand para receber o Oscar de atriz, penúltimo da cerimônia.

Em números, “Nomadland” acabou com 3 estatuetas, seguido de perto por “Meu Pai” (ator e roteiro adaptado), “Mank” (fotografia e design de produção), “A Voz Suprema do Blues” (figurino e maquiagem), “O Som do Silêncio” (montagem e som), “Judas e o Messias Negro” (canção original e ator coadjuvante) e “Soul” (animação e trilha sonora). Dos indicados a Melhor Filme, o único que saiu de mãos abanando foi “Os 7 de Chicago”“Minari” e “Bela Vingança” saíram com uma estatueta cada.

Confira a lista de indicados na íntegra abaixo. Os vencedores estão em negrito.

Melhor Filme

“Meu Pai”
“Judas e o Messias Negro”
“Mank”
“Minari”
“Nomadland”
“Bela Vingança”
“O Som do Silêncio”
“Os 7 de Chicago”

Melhor Diretor

Thomas Vinterberg (“Druk”)
David Fincher (“Mank”)
Lee Isaac Chung (“Minari”)
Chloé Zhao (“Nomadland”)
Emerald Fennell (“Bela Vingança”)

Melhor Ator

Riz Ahmed (“O Som do Silêncio”)
Chadwick Boseman (“A Voz Suprema do Blues”)
Anthony Hopkins (“Meu Pai”)
Gary Oldman (“Mank”)
Steven Yeun (“Minari”)

Melhor Atriz

Viola Davis (“A Voz Suprema do Blues”)
Andra Day (“Estados Unidos vs Billie Holiday”)
Vanessa Kirby (“Pieces of a Woman”)
Frances McDormand (“Nomadland”)
Carey Mulligan (“Bela Vingança”)

Melhor Atriz Coadjuvante

Maria Bakalova (“Borat: Fita de Cinema Seguinte”)
Glenn Close (“Era Uma Vez um Sonho”)
Olivia Colman (“Meu Pai”)
Amanda Seyfried (“Mank”)
Yuh-jung Youn (“Minari”)

Melhor Ator Coadjuvante

Sacha Baron Cohen (“Os 7 de Chicago”)
Daniel Kaluuya (“Judas e o Messias Negro”)
Leslie Odom Jr. (“Uma Noite em Miami”)
Paul Raci (“O Som do Silêncio”)
Lakeith Stanfield (“Judas e o Messias Negro”)

Melhor Roteiro Original

“Judas e o Messias Negro”
“Minari”
“Bela Vingança”
“O Som do Silêncio”
“Os 7 de Chicago”

Melhor Roteiro Adaptado

“Borat: Fita de Cinema Seguinte”
“Meu Pai”
“Nomadland”
“Uma Noite em Miami”
“O Tigre Branco”

Melhor Filme Internacional

“Druk” (Dinamarca)
“Better Days” (Hong Kong)
“Collective” (Romênia)
“O Homem Que Vendeu Sua Pele” (Tunísia)
“Quo Vadis, Aida?” (Bósnia Herzegovina

Melhor Documentário

“Collective”
“Crip Camp: Revolução Pela Inclusão”
“Agente Duplo”
“Professor Polvo”
“Time”

Melhor Animação

“Dois Irmãos”
“A Caminho da Lua”
“Shaun, o Carneiro: O Filme – A Fazenda Contra-Ataca”
“Soul”
“Wolfwalkers”

Melhor Fotografia

“Judas e o Messias Negro”
“Mank”
“Relatos do Mundo”
“Nomadland”
“Os 7 de Chicago”

Melhor Montagem

“Meu Pai”
“Nomadland”
“Bela Vingança”
“O Som do Silêncio”
“Os 7 de Chicago”

Melhor Trilha Sonora

“Destacamento Blood”
“Mank”
“Minari”
“Relatos do Mundo”
“Soul”

Melhor Canção Original

“Fight for You” (“Judas e o Messias Negro”)
“Hear My Voice” (“Os 7 de Chicago”)
“Husavik” (“Eurovision”)
“Io Sí (Seen)” (“Rosa e Momo”)
“Speak Now” (“Uma Noite em Miami”)

Melhor Design de Produção

“Meu Pai”
“A Voz Suprema do Blues”
“Mank”
“Relatos do Mundo”
“Tenet”

Melhor Figurino

“Emma.”
“A Voz Suprema do Blues”
“Mank”
“Mulan”
“Pinóquio”

Melhor Maquiagem e Penteados

“Emma.”
“Era Uma Vez um Sonho”
“A Voz Suprema do Blues”
“Mank”
“Pinóquio”

Melhor Som

“Greyhound”
“Mank”
“Relatos do Mundo”
“Soul”
“O Som do Silêncio”

Melhores Efeitos Visuais

“Amor e Monstros”
“O Céu da Meia-Noite”
“Mulan”
“O Grande Ivan”
“Tenet”

Melhor Curta-Metragem

“Feeling Through”
“The Letter Room”
“The Present”
“Dois Estranhos”
“White Eye”

Melhor Animação em Curta-Metragem

“A Toca”
“Genius Loci”
“Se Algo Acontecer… Te Amo”
“Opera”
“Yes-People”

Melhor Documentário em Curta-Metragem

“Colette”
“A Concerto Is a Conversation”
“Do Not Split”
“Hunger Ward”
“Uma Canção Para Latasha”

Compartilhe:
icone de linkCopiar link