benimb0
Imagem: Reprodução/Getty Images

Alemanha devolverá artefatos históricos da Nigéria roubados durante colonização

França e Escócia já haviam se comprometido a também devolver bronzes roubados do Reino do Benim

por Matheus Fiore

A Alemanha anunciou que devolverá preciosos artefatos históricos e culturais da Nigéria, que foram roubados durante a colonização europeia na África. Como lembrou a BBC, os itens conhecidos como Bronzes do Benim foram roubados do Império do Benim (atual território nigeriano) há mais de um século, em 1897, por tropas inglesas.

A maioria dos bronzes foram postos em leilões, museus ou coleções privadas por toda a Europa. Apesar de serem ostentados por ricos e instituições da Europa, os artefatos possuem profundo valor cultural, e a pressão internacional para que o crime histórico fosse corrigido ajudou a Alemanha a tomar a decisão.

O Museu Etnológico de Berlim possui mais de 500 itens roubados do Império do Benim, e a maioria deles de bronze. “Queremos contribuir para o entendimento e a reconciliação dos descendentes desses tesouros culturais que foram roubados durante a colonização”, afirmou Monika Gruetters, ministra da cultura alemã. As primeiras peças devem ser devolvidas em 2022.

Outros países devem seguir a ideia. A Universidade de Aberdeen, na Escócia, afirmou em março que planejava devolver à Nigéria os bronzes de Benim adquiridos em 1957 em um leilão “extremamente imoral”. Em 2020, a França também aprovou a restituição de uma coleção que pertence à Nigéria. Ainda há centenas de peças de bronze de Benim em museus britânicos e americanos, e a expectativa é que também sejam devolvidos nos próximos anos.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link