cover-uber3 (2)

Falha fez Uber cobrar motoristas em vez de pagá-los por corridas

Empresa se desculpa e afirma que software teve bug no cálculo dos ganhos

por Matheus Fiore

Uma falha no sistema da Uber fez com que alguns motoristas não fossem pagos, mas cobrados pelas viagens realizadas pelo aplicativo. O Business Insider entrou em contato com alguns dos motoristas prejudicados pela falha, e um deles foi cobrado em US$ 2 por uma viagem de 20km.

Os casos não se restringem a pequenos custos. Outro motorista da empresa disse que chegou a ser cobrado em US$ 50 por uma viagem e não recebeu nenhum lucro por outra corrida realizada. A falha acontece sem avisos: os motoristas aceitam as viagens e deixam seus passageiros nos pontos de destino e, quando checam o lucro, percebem que simplesmente foram cobrados, não pagos.

Os casos ocorreram entre abril e maio, e, aparentemente, apenas nos Estados Unidos. Um porta-voz da Uber comentou que o erro ocorreu por um problema de cálculo gerado em um bug no software da empresa. “Essa foi uma experiência terrível para os motoristas, e por isso, nós nos desculpamos”, afirmou.

Os motoristas reclamam do fato de terem tido extrema dificuldade de conseguir suporte após os erros. “Eu não acho que é correto eu perder dinheiro em uma viagem e então ter que esperar dois dias para ligar para o suporte da empresa e esperar eles consertarem”, afirmou um motorista.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link