[B9]_Ripio_Banner-[2]

★ Criptomoedas meme, um estranho fenômeno a se tomar cuidado

Como tokens do porte da Dogecoin complicam a vida de quem investe em criptoativos

Em parceria com

As criptomoedas nasceram e ganharam o mundo através do Bitcoin, mas ela não é a única representante da categoria de ativos digitais e descentralizados. Há diversos tipos de moedas baseadas no mesmo princípio de blockchain, todas com origens próprias e muito distintas dos fins nobres e misteriosos da antecessora – e é claro que nessa hora vale tudo para chamar a atenção do público.

Quem anda se dando muito bem nesse departamento é a Dogecoin, até porque sua criação não poderia ser mais peculiar. Jackson Palmer, um de seus criadores e então na Adobe Systems, pensou na criptomoeda pela primeira vez como uma resposta ao primeiro boom da tecnologia no começo dos anos 2013, fazendo piada que, com tanta moeda explodindo, ele com certeza se daria bem se criasse uma chamada Doge – uma referência ao meme de mesmo nome, a imagem de um cão Shiba inu.

Mas se a Dogecoin nasceu como piada, seus rumos no meio ficaram bastante sérios nos anos seguintes, em especial durante 2021. No último mês de abril, a cotação da Dogecoin explodiu depois que Elon Musk, CEO da Tesla, declarou a mesma como sua moeda favorita e a chamou de “criptomoeda do povo”. Em questão de dias, ela se tornou uma das 10 criptomoedas mais valiosas do planeta, com muitos fãs arriscando afirmar por um momento que ela seria capaz de chegar ao valor de um dólar por unidade.

Não demorou muito para que mais criptomoedas se aproveitassem da onda de popularidade da Dogecoin, vale acrescentar. Na mesma época, uma outra criptomoeda batizada de Floki conseguiu se valorizar em 3.500% graças aos comentários de Musk, em parte porque seu nome é idêntico ao apelido que o executivo dá a seu cachorro de estimação. A corrente não para por aí: outros tokens suspeitos e envolvendo os nomes das partes envolvidas foram criadas nos dias posteriores para pegar carona nesse sucesso, em busca de se emplacar nos principais sites e agregadores de criptoativos.

É tudo lindo e maravilhoso no papel, mas na prática o resultado é na verdade o oposto. Ao contrário do Bitcoin e outras criptomoedas estabelecidas, esses tokens “meme” que inundam o mercado não possuem fundamento e podem ser extremamente voláteis no seu valor, o que não apenas compromete investimentos de quem compra seus ativos como até mesmo torna o meio em piada. 

É a “dinâmica do pump and dump” com altas cargas de ansiedade, uma armadilha perfeita para quem está começando no meio: compre a um valor alto no hype na busca para ficar rico, perca tudo quando o valor cair no dia seguinte. E isso vale até mesmo para a Dogecoin.

Mas então não vale a pena arriscar em criptomoedas do tipo? Na verdade, o truque aqui é sempre manter as pesquisas em dia, como em todo e qualquer cenário de investimento. Assumir riscos baseados apenas no entusiasmo coletivo é uma fria, mas no lugar que tal ficar de olho nos fundamentos dos tokens e em seu histórico no meio?

Saiba mais sobre criptomoedas no Launchpad da Ripio!

Compartilhe:
icone de linkCopiar link