Pelé, blackout e o retorno do The New York Cosmos

Pelé, blackout e o retorno do The New York Cosmos

por Saulo Mileti

Em 1975, após já ter levantado mais taças do que nós mascamos de chiclete na vida, Pelé trocou o título de rei pelo de king e foi jogar bola no The New York Cosmos: clube idealizado pelos irmãos turcos Ertegün (fundadores da Atlantic Records), depois de serem comprados pela Warner. No final das contas, a presidência do clube se empolgou com os resultados e contratou, além do Pelé, Beckenbauer, Chinaglia, e o grande Carlos Alberto Torres.  Mas, apesar desse início vitorioso, o Cosmos durou apenas 17 anos e acabou em 84.

Acontece que recentemente o clube renasceu das cinzas, e com tudo: contratou o (ex-atacante da seleção francesa e do Manchester United) Éric Cantona, como diretor de futebol. E o mais bacana: a Buck fez um vídeo muito, mas muito legal, com a narração do Carlos Alberto, sobre um episódio de 1977, quanto um blackout deixou NY ao léu.

Umbro assina essa produção que compete com as melhores coisas que a Nike (mega investidora de conteúdo na internet) já fez nos últimos anos. A dica é da sempre antenada Amanda de Almeida, da RoyalTalks.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link