LinkedIn também cede e faz perfis a la Facebook

Depois do Twitter, agora é a vez da rede social profissional também apostar em fotos maiores e imagem de capa

por Jacqueline Lafloufa

O modelo de página de perfil do Facebook vem se consolidando como o ideal para as redes sociais. Depois do Twitter fazer algumas alterações para destacar a capa e a foto de perfil dos seus usuários, agora é a vez da rede sociais profissional LinkedIn apostar nessa mesma modificação de design.

O objetivo é criar uma relação mais pessoal dos usuários com a rede, que tem esse caráter mais sério e profissional, mas que tende a ficar cada vez mais leve. Se tudo der certo, o LinkedIn também quer incentivar os usuários a consumirem e produzirem conteúdo para a rede, assim como fazem com o Facebook e o Twitter – um passo que faria com que ela virasse uma rede profissional de conteúdos sérios ao invés de apenas um repositório de currículos.

Os usuários serão convidados também a atualizar as palavras-chave relacionadas aos seus perfis, o que pode ajudar a melhorar a busca, seja para propostas de trabalho, manter ou fazer novos contatos.

linkedin_optimize

Além disso, o LinkedIn deve lançar simultaneamente um novo plano premium, que promete ser o mais econômico disponível, custando 9,99 dólares.

O novo perfil do LinkedIn deverá ser disponibilizado aos usuários premium em breve. Quem quiser pode se inscrever em uma lista para receber a novidade primeiro

linkedin-new-profile

Compartilhe: