Parmalat aposta mais uma vez nos Mamíferos, e talvez volte com a promoção das pelúcias

Com a mesma temática, porém nova canção, a propaganda traz animais típicos brasileiros, como o tamanduá e a jaguatirica

por Jacqueline Lafloufa

“O Elefante é fã de Parmalat”. Se você viveu no Brasil nos anos 90, nesse exato momento você está completando a música automaticamente, seguindo com “o porco cor-de-rosa e o macaco também são!” A propaganda dos Mamíferos da Parmalat foi um imenso sucesso naquela época, distribuindo mais de 17 milhões de pelúcias, que eram trocadas por códigos de barra das caixinhas de leite.

E é exatamente apostando no sucesso e no carinho do público com a campanha, que a Parmalat vai trazer de volta os Mamíferos. Os bichanos serão os responsáveis por refazer a marca da Parmalat na mídia, que esteve envolvida em diversas crises nos últimos anos. Agora sob o controle da francesa Lactilis, a marca de leites conta com a expertise da também francesa Betc para ressuscitar os Mamíferos e fazer um estrondo midiático semelhante ao ocorrido há 20 anos. No Facebook, dezenas de pessoas já questionam se as pelúcias também serão distribuídas, e por enquanto não existe nenhuma confirmação sobre isso. No entanto, se a campanha emplacar, é bem possível que as fofuras em forma de mamíferos também voltem.

A Parmalat voltou – e os mamíferos também! <3#parmalat #fãdeparmalat #todomundoéfã

Posted by Mamíferos Parmalat on Domingo, 10 de maio de 2015

Além dos mamíferos que eram mostrados na campanha original, o ~Mamíferos Reloaded~ da Parlamat vai trazer espécies brasileiras, como o bicho-preguiça, lobo-guará, tamanduá, tatu e jaguatirica. A canção não tem o mesmo ritmo da original, mas até o “tomou?” do finalzinho do comercial original foi incorporado nessa re-edição.

Vale lembrar que essa é a terceira vez que a Parmalat retoma os Mamíferos em uma campanha – além do sucesso inicial em 1996, a marca apostou na ‘evolução dos mamíferos’, em 2007, mostrando as crianças já crescidas, como mostra o vídeo abaixo.

Compartilhe: