Com novo posicionamento no Brasil, ESPN mira o público mais casual de esporte

Estratégia vai afetar comunicação e programação do canal, que promete investir em mais conteúdo de entretenimento

por Carlos Merigo

A ESPN estreia hoje no Brasil um novo posicionamento, marcado pela assinatura “Tudo por esporte”. A estratégia visa atrair também uma audiência mais casual, e não apenas o fã de esporte (como eram chamados os telespectadores até então Atualização: O canal avisa que os telespectadores continuarão sendo chamados de “fã de esporte”).

É um caminho que a emissora já trilhou bastante nos Estados Unidos, diminuindo a quantidade de programação dedicada a opinião e debates – o que acaba interessando a um público mais heavy user – e investindo cada vez mais em atrações de entretenimento.

Para isso, além de mudanças na grade, a ESPN vai veicular campanha baseada em histórias reais dos talentos da empresa e também da audiência – como 11 horas de narração ininterruptas, três dias acordado à espera de uma entrevista, como narrar um jogo no dia do próprio casamento, etc – conduzindo um storytelling que materializa o amor pelo esporte.

O novo conceito promete permear toda a comunicação da emissora, incluindo mobiliário urbano, anúncio impresso, digital, redes sociais e TV por assinatura. Assista abaixo aos três primeiros promos:

A criação é da Africa.

Compartilhe: