Clicky

Coca-Cola unifica suas marcas com novo slogan global: "Taste the Feeling"

Coca-Cola unifica suas marcas com novo slogan global: “Taste the Feeling”

Campanha contará com 10 comerciais de lançamento. No Brasil, slogan foi traduzido como “Sinta o sabor”.

por Carlos Merigo

A Coca-Cola apresentou hoje em Paris o seu novo posicionamento global, que será utilizado – pela primeira vez na história da empresa – em todos os produtos da marca. São eles: Coca-Cola, Coca-Cola Light/Coca-Cola Diet, Coca-Cola Zero e Coca-Cola Life.

Depois de sete anos de “Abra a Felicidade”, A campanha “Sinta o sabor” vai utilizar momentos do cotidiano como narrativa universal, sempre colocando o refrigerante no centro da experiência.

A nova comunicação inclui 10 comerciais de TV (dois deles serão veiculados no Brasil), nova identidade visual, canção-hino e assinatura de áudio. A versão principal da música “Taste the feeling” é interpretada por Conrad Sewell, cujo primeiro single, “Firestone”, gerou 300 milhões de streams no Spotify e mais de 3 milhões em vendas em todo o mundo. Versões remixadas ficaram por conta do produtor Avicii, que serão utilizadas tanto na Eurocopa 2016 como nos Jogos Olímpicos Rio 2016.

coca2

Nova assinatura de áudio entra no lugar das famosas cinco notas de “Open Happiness”

compartilhe

No lugar das famosas cinco notas de “Open Happiness”, a assinatura de áudio agora é inspirada nos sons da experiência de saborear uma Coca-Cola – o estalo da tampinha, a chiado da efervescência e, por fim, as reações de satisfação após tomar.

Ao todo, mais de 10 agências participaram do processo, incluindo Mercado-McCann (Argentina), Sra. Rushmore (Espanha), Santo (Argentina),Ogilvy & Mather (NY, EUA) e a brasileira Mutato.

No Brasil, a campanha terá inicialmente dois comerciais: “Hino” (assista acima), criado pela Mercado-McCann, e “Break-up” (assista abaixo), criado pela Santo.

Criativamente falando, o manifesto é bastante genérico. Traz bonitas imagens, que resumem os momentos que a Coca-Cola pretende explorar com esse novo posicionamento, mas nada além. Já “Break-up” tem o mérito de exibir (rapidíssimas) cenas não propriamente adequadas pra família global, mas também fica longe do que vimos a marca fazer nos anos recentes de “Abra a Felicidade”.

Compartilhe: