Agora suas conversas pelo Facebook Messenger terão trilha sonora

Facebook Messenger ganha integração com Spotify

Suas conversas com trilha sonora

por Charles Omoregie

Já se pegou interrompendo uma conversa pelo Facebook ou WhatsApp para pesquisar aquela música que você queria tanto compartilhar? Agora isso não será mais um problema, pelo menos não para conversas via Facebook Messenger.

Baseada no contexto da conversa, a inteligência artificial do Messenger irá sugerir músicas do Spotify. Basta mencionar algo relacionado ao tema como: artista, álbum ou nome da música durante a conversa e dentro do chat surgirá a opção de compartilhar e ouvir as faixas ou álbuns do artista em questão.

Se você não for do tipo que decora o nome das suas músicas, o Messenger também oferecerá a possibilidade de buscar nas suas playlists ou últimas reproduções por meio de comandos como “Ouça à” ou “Encontre a música”, respectivamente “Listen to” e “Find Music”, em inglês. E se você ainda não tem conta no Spotify, não se desespere, a funcionalidade também estará disponível para aqueles que ainda não são usuários.

A colaboração entre as duas plataformas não é novidade, desde março desse ano é possível criar playlists colaborativas pelo Messenger, porém essa nova funcionalidade torna a interação muito mais intuitiva.

O Messenger parece triunfar em territórios que apps como Google Allo fracassaram, trazendo features que facilitam o cotidiano dos seus usuários nos mínimos detalhes. 

Inovações sutis como essa, são as que mais facilmente se fundem ao cotidiano das pessoas, com o tempo elas tornam-se tão naturais que chega a ser fácil esquecer de como era a vida antes delas.

ntegração do Messenger e Spotify

Nova funcionalidade do Messenger em parceria com Spotify.

Do ponto de vista de negócios, parece ser uma grande vantagem competitiva para o Spotify, pois pode se provar um trunfo poderoso na conquista de novos clientes frente à concorrentes como: Tidal, Deezer e Apple Music. Outra possibilidade a ser considerada é o potencial de informações que podem ser captadas. Imagine saber não só quais são as músicas mais escutadas pela sua base de usuários, como também as músicas mais faladas e buscadas na maior rede social do mundo, que acaba de atingir 2 bilhões de usuários mensais, junte isso ao machine learning e as possibilidades serão infinitas.

Mas enquanto a novidade não está disponível para todos os smartphones, resta fazer do jeito antigo, pesquisar no Google.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link