AdvertisingFotografia

Corpos reais: Getty Images proíbe alterações em fotos de modelos

Decisão procura acatar lei que multa o não aviso do retoque em imagens

por Soraia Alves

A agência de imagens Getty Images, uma das maiores do mundo, anunciou que vai banir de seu catálogo fotos de modelos com alterações em seus corpos. A decisão faz parte de um novo posicionamento da empresa, que vai de encontro com as mudanças que estão acontecendo dentro do mercado da moda, a fim de eliminar imagens de corpos que seguem um padrão irreal.

Antes dos elogios, porém, é preciso entender que a medida foi tomada a fim de acatar uma nova lei que entrou em vigor na França, e que obriga todas as publicações de moda a informarem quando a foto de uma modelo foi retocada.

Em caso do não cumprimento da lei, a publicação pode ser punida com uma multa em torno de R$ 140 mil. Assim, o Getty Images se viu na obrigação de divulgar essa informação em todas as fotos que possui. Para facilitar o processo, a empresa resolveu banir as fotos alteradas.

As imagens que tiveram alterações, seja para deixar a modelo mais magra ou mais gorda, serão excluídas do banco de dados da agência, ficando inabilitadas pelas empresas que utilizam seus serviços a partir de 1° de outubro. A partir da mesma data, o Getty Images também não aceitará mais nenhum material enviado por fotógrafos e que apresente as mesmas alterações.

O “Photoshop”, no entanto, continua liberado. A empresa informou que outros tipos de alterações continuarão sendo aceitas, como a mudança em cor de cabelos ou olhos, mudança no formato do nariz, retoques na pele, etc.