Marca de cigarros usa influenciadores para fazer campanha disfarçada do produto

Posts com fotos posadas destacam cigarros e não informam a publicidade contida

por Soraia Alves

Segundo uma matéria da Exame.com, a marca de cigarros Kent estaria utilizando influencers de redes sociais para a divulgação do produto de um jeito disfarçado. O problema é que as duas coisas são ilegais, tanto a veiculação de qualquer tipo de propaganda de cigarro (de acordo com a lei federal Nº 10.167/2000), quanto posts patrocinados sem informações que deixam claro se tratar de um anúncio, segundo o Conar.

Ainda de acordo com a Exame.com, a campanha seria criação da agência Hood, braço da FlagCX, que se define como uma “plataforma de disrupção criativa”.

O material são fotos posadas e com senso estético postadas por influencers em seus perfis do Instagram, bem “ao acaso”. Porém, todas têm o cigarro Kent como elemento de destaque. Em comum também há o uso da  hashtag #aheadbr e citação ao perfil @ahead.br.

A plataforma Ahead.br afirmar ser “uma rede que conecta jovens empreendedores, apoia iniciativas e inspira novas experiências na moda, música e design”, sendo a intermediária da ação.

A campanha teria sido pensada para ficar 3 meses no ar, de outubro a dezembro, e cada influencer contratado deveria postar pelo menos 8 fotos com o cigarro nesse período.

A empresa Souza Cruz, dona da Kent, garante que todas as suas propagandas “cumprem fielmente a legislação brasileira. Iniciativas realizadas pela empresa junto ao seus consumidores estarão sempre relacionadas exclusivamente à exposição dos produtos nos pontos de venda e respectiva comercialização, conforme autorizado por lei.”

Compartilhe: