Clicky

RH Tech: novos apps e ferramentas mudam processos seletivos de empresas
Ripple

RH Tech: novos apps e ferramentas mudam processos seletivos de empresas

Modelo

por Soraia Alves

Se a tendência é que os processos dentro de uma empresa se modernizem, com o setor de Recursos Humanos não é diferente. Muitas ferramentas e aplicativos têm surgido para otimizar processos seletivos, facilitar a busca de vagas por quem está precisando e até mesmo garantir que as seleções fiquem mais isentas de preconceitos.

O termo HR Tech (que a gente já adaptou para RH Tech) é aplicado para empresas de RH que vêm empregando tecnologias inovadoras em seus processos e produtos. O Google, por exemplo, aderiu recentemente ao RH Tech, lançando a plataforma Cloud Job Discovery, que utiliza Inteligência Artificial para ajudar clientes a conectar as vagas de emprego com as pessoas que podem preenchê-las.

No Brasil, a Revelo é uma plataforma de recrutamento online que mescla tecnologia e machine learning para selecionar os melhores talentos do mercado. A startup procura resolver as burocracias das empresas com um processo seletivo fazendo um banco com profissionais disponíveis para oportunidades onde há compatibilidade entre o perfil do profissional e o da empresa, tirando assim a necessidade do famoso “se candidatar à vaga”. O profissional passa a ser o centro das atenções e objeto de desejo das empresas.

Tinder de empregos

Entre os aplicativos que automatizam seleções de candidatos, já mostramos aqui a Vulpi, plataforma desenvolvida por uma startup nacional e que funciona como uma espécie de Tinder entre empresas e candidatos do setor de Tecnologia da Informação.

O “modelo Tinder para empregos” também foi a inspiração para o app gringo Ripple, desenvolvido justamente por uma equipe de ex-funcionários do Tinder (incluindo o ex-diretor Ryan Ogle) e que tem como objetivo tirar a hegemonia do Linkedin.

De acordo com o TechCrunch, o app tem como missão criar uma verdadeira rede profissional e que coloca os usuários (não recrutadores) em primeiro lugar.

O usuário cria um currículo- perfil na plataforma e selecionam seu setor de trabalho e habilidades. Com isso, o Ripple calcula as potenciais conexões para o indivíduo. Assim como no Tinder, o usuário pode solicitar se conectar com as empresas que aparecem como sugestão para ele.

O app está disponível para os sistemas iOS e Android. O app também possui um feed de notícias integrado com Twitter e Medium para ajudar na atualização dos usuários.

O mercado para startups de RH também é algo que chama atenção. Um exemplo é a Jobbatical, empresa da Estônia que ajuda desenvolvedores, criativos e profissionais de marketing a encontrar empregos e que recebeu um round de US$ 4 milhões.

A irlandesa Jobbio anunciou uma rodada de US$ 15 milhões para investir na operação que tem o objetivo de fazer com que mais de 3.500 empresas globais e candidatos se contactem.

É a melhor hora para tirar do papel aquela sua ideia para melhorar o processo de procura por empregos e contratação.

Compartilhe: