Clicky

YouTube anuncia novas regras no sistema de monetização de vídeos

YouTube anuncia novas regras no sistema de monetização de vídeos

Mudanças podem dificultar crescimento de canais menores

por Matheus Fiore

Na última terça-feira (16), o YouTube anunciou que mudará suas regras de monetização a partir do dia 20 de fevereiro. Em meio ao crescente número de canais vistos como “spam”, “caçadores de clique” ou que produzem conteúdo “inapropriado”, a empresa decidiu mudar a forma como os produtores de conteúdo ganham acesso à monetização.

Segundo a plataforma, a partir do próximo mês, para ter acesso ao programa de parcerias do YouTube, que possibilita a monetização, os canais precisarão ter mil inscritos e 4 mil horas de conteúdo assistido nos últimos 12 meses.

Com isso, o criador de conteúdo em vídeo precisará produzir, em média, cerca de 11 horas de vídeos assistidos por dia, o que diminui o potencial de monetização de canais menores.

Novos cenários no YouTube

Com as mudanças, é provável que, a partir de fevereiro, quando o novo sistema for implementado, o público passe a ver graduais mudanças no YouTube. Canais menores e menos estruturados surgirão cada vez menos, enquanto grandes empresas e canais grandes continuarão tendo o domínio da rede.

As mudanças podem estar atreladas às recentes reclamações de empresas que anunciam no YouTube, que demonstraram insatisfação por verem suas marcas e produtos anunciados em vídeos que, segundo elas, não produzem um conteúdo apropriado.

Compartilhe: