b9-021

Shutterstock revela as tendências visuais para 2018

Empresa analisou mais de 170 milhões de buscas em imagens, vídeos e músicas

por Ana Roza

A análise de tendências é uma prática que vem se modificando nos últimos anos. Entre o coolhunting e o Ponto Eletrônico, uma coisa é certa: mais do que medir a as formas visuais de um movimento, as tendências apresentam leituras do comportamento cultural atual. É como uma corrente formada por pequenos elementos e cada ação leva a um resultado diferente. Elementos, esses, como os dados obtidos pelo relatório de buscas do Shutterstock. Com mais de 1 milhão de imagens adicionadas por semana, o banco de imagens é uma referência prática para o que o mercado está buscando em questão de conceito.

Ao longo de 2017, 170 milhões de buscas em imagens, vídeos e músicas foram analisadas, para determina o que vai moldar o universo criativo de 2018.

Um dos temas que se destacam é “fantasy”, que apareceu em alta nas buscas, com termos como “unicórnio” (297%) e “sereia” (145%), em 2017. Esse estilo se completa também na parte musical, com uma procura maior por “músicas épicas” e “orquestradas”. Por outro lado, o minimalismo continua entre as principais tendências, mesmo que com novos traços. Chamado de “novo minimalismo”, as imagens tem um estilo mais fluído, com destaque para buscas de “linha contínua” (432%) e “círculo de neon” (387%). O que conecta essas buscas é justamente um caráter futurista de luzes e formas.

Ainda dentro desse gênero, o “espaço” parece ser outra fronteira a se explorar em 2018. Talvez por influência do cinema ou da procura por histórias de ficção, termos como “solar” aumentaram em cerca de 991% nos interesses, ao lado de “astro” (671%).

“Nosso relatório de 2017 foi particularmente preciso em suas previsões, identificamos tendências como ‘glitch’. (…) Ao longo do ano, observamos como o estilo cresceu, desenvolveu e prosperou em grandes temas de campanha para marcas em todo mundo.” Afirma Robyn Lange, curador da Shutterstock.

Outra tendência que vai influenciar a cultura e, em consequências, a publicidade em 2018, é justamente os movimentos sociais que iniciaram suas forças em 2017. Entre marchas e denúncias na indústria do entretenimento, termos como “dia internacional da mulher” e ativismo” tiveram mais de 500% de busca.

Outros tópicos de destaque ainda trazem números parecidos de 2017, como “nostalgia” e imagens contemplativas. Entre os termos mais procurados ao redor do mundo, estão “curvas em matemática”, “cachorro”, “vintage”, “cactos”, “comics”, “valores familiares”, “nébula”, “loop design”, entre outros.

Confira o relatório completo aqui.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link